Sorocaba e Região

Câmara abre investigação sobre uso de arma de choque em PA

Segundo o relator da CEI, envolvidos no caso serão ouvidos

A Câmara de Sorocaba aprovou por unanimidade, na manhã desta quinta-feira (8), a abertura de uma Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar o caso do Pronto Atendimento (PA) Laranjeiras. No último sábado, uma mulher foi atingida por um disparo de arma de choque por um guarda civil municipal na unidade de saúde porque fazia uma transmissão ao vivo para mostrar que as salas dos médicos estavam vazias, e ele aguardava para ser atendida. A proposta da CEI partiu de um requerimento do vereador Hudson Pessini (MDB), que foi protocolado na terça-feira (6), durante a sessão ordinária da Câmara.

Leia mais  Mulher atingida por arma de choque entra na Justiça contra Prefeitura
Leia mais  Corregedoria vê ‘divergências entre imagens’ em ação de GCM contra mulher
Leia mais  Guarda que usou arma de choque contra mulher em PA será afastado por 30 dias

 

Pessini é o presidente da CEI e o relator é o vereador Péricles Régis (MDB). Segundo Pessini, os trabalhos da CEI irão começar oficialmente na segunda-feira (12), com uma reunião entre os membros da Comissão e os demais vereadores que quiserem participar para definir o início da apuração. O objetivo é ouvir os envolvidos e esclarecer o que de fato ocorreu na unidade de saúde. Pessini disse ainda que a CEI não tem um prazo determinado para concluir os trabalhos, e que a apuração dos fatos levará o tempo que for necessário.

O caso também já está sendo apurado pela Corregedoria Geral do Município.

Assista o vídeo:

Comentários

Sobre o Autor

Ana Cláudia Martins