Educa Mais Educare

Número de estagiários cresceu no país

Segundo a pesquisa do CIEE, estudantes do sexo feminino são maioria no mercado

O número de estagiários atuando no Brasil cresceu nos últimos dois anos. Segundo o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) foi possível verificar uma alta de 23,8%. O que mostra que para muitos estudantes estagiar durante a graduação é um passo decisivo no futuro de um profissional. E não é por acaso que os processos seletivos estão cada vez mais concorridos.

Ainda de acordo com os dados divulgados na última terça-feira (16), no primeiro trimestre do ano passado, o número de estagiários no Brasil era de 466.157. No mesmo período deste ano, são 576.983 estagiários em atividade. Outra informação apresentada é que estudantes do sexo feminino são maioria no mercado, respondendo por 65% das vagas ocupadas, com taxa de contratação de 30%.

estagiários

A estudante de jornalismo, Larissa Mesquita, de 23 anos, se enquadra na estatística da pesquisa. Ela sabe que o estágio é uma das maiores fontes de experiência. “São aprendizados que serão levados para a vida inteira. Atuando no mercado, é onde o estudante põe em prática tudo o que aprende em sala de aula e até mesmo o que não é visto”, opina.

Leia mais  Especialistas comentam mudanças no Saeb

Hoje, Larissa é estagiária de uma agência de notícias e analisa que esta experiência profissional está ajudando para que se torne uma profissional melhor. “Por mais que eu aprenda em sala de aula, pôr em prática é completamente diferente. Aprendo cada vez mais no meu ambiente de trabalho. Aprendo, inclusive, a ser uma pessoa melhor”, analisou a estudante do 6º semestre de jornalismo.

Mais estagiários

Conforme a pesquisa do CIEE, os cursos com maior número de estagiários no país São Administração, Pedagogia, Direito, Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Engenharia de Produção. No entanto, no último trimestre, um dos cursos que mais abriram vagas foram Direito, Pedagogia, Educação Física e Tecnologia da Informação.

Para quem deseja estagiar, é necessário estar matriculado em alguma universidade, escola ou fazendo um curso técnico. Caso você ainda não esteja matriculado em algumas dessas modalidades de ensino, pode contar com o apoio do Educa Mais Brasil. O programa já beneficiou mais de 900 mil estudantes e oferece bolsas de até 70%. Acesse o site do programa e confira as oportunidades disponíveis na sua região.

Leia mais  Inscrições para o Encceja 2019 começam nesta segunda-feira

Agência Educa Mais Brasil

Comentários

CLASSICRUZEIRO