fbpx
Educa Mais

Inscrições em programas de governo serão feitas em plataformas unificadas, diz MEC

Migração deve ser finalizada até o final do próximo ano
Crédito da Foto: Educa Mais Brasil

Inscrições em programas do Governo Federal deverão ser feitas em plataformas unificadas, segundo anúncio feito pelo Ministério da Educação (MEC) na última segunda-feira (29). A medida deve ser implantada até o final de 2020 e irá abranger iniciativas como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes destacou que o processamento das inscrições dos candidatos no Enem continuará sendo feito nos servidores do Inep.

“A diferença é a entrada. Hoje, temos login e senha para o candidato se inscrever nos exames do Inep. Esse login e senha vão passar a ser únicos para todo governo federal, mas o processamento das inscrições será feito nos servidores do Inep”, disse Lopes.

Leia mais  Prazo para pedir reaplicação das provas do Enem termina hoje (18)

No entanto, as inscrições no Enem do próximo ano serão feitas por meio de login único, que já estará implementado. “Em 2020, o candidato poderá usar a senha do Enem para acessar o Sisu e fazer a inscrição”. Segundo o órgão, a ideia é que todos os serviços sejam acessados por uma mesma plataforma – o que inclui ainda serviços como o Denatran, Previdência e outros.

Enem Digital

A próxima edição do Exame terá mais novidades para os participantes. Isto por conta do projeto piloto Enem Digital já anunciado. Em 2020, a aplicação do Enem digital será opcional e caberá ao estudante escolher esta modalidade no ato da inscrição. A previsão é que 50 mil alunos realizem o Enem Digital, em 15 capitais brasileiras.

Comentários
Assuntos