Educa Mais

Carreira: 5 profissões para quem gosta de desenhar

No Brasil, a profissão de desenhista não é regulamentada
Credito: Divulgação

Desenhar é uma ação que pode ser direcionada para muitas funções. Ela cumpre seu papel artístico, recreativo e, até mesmo, profissional – embora a profissão desenhista ainda não seja regulamentada no Brasil. Conhecido no mundo da ourivesaria como @omagodosmetais, artesão Luís França também explica que o desenho é a base de quase tudo em nossas vidas. “Sem desenho não há joia. Todo o projeto para a confecção de uma peça parte de um desenho específico. Então, o desenho é o começo de toda e qualquer produção artesanal. É muito difícil iniciar um trabalho livre, sem uma referência”, comenta o profissional.

Com mais de uma década de atuação no mercado, França ressalta que, ao confeccionar uma joia através de um esboço, busca superar não somente as expectativas do cliente, com também as suas. “Fico muito feliz e satisfeito quando consigo executar com maestria um desenho, uma arte, um esboço deixado pelo cliente. Nada melhor do que um sonho sair do papel sendo materializado numa joia de uma maneira que surpreenda não só ao cliente mas o artista também”, conclui.

Leia mais  Liderança feminina: escola voltada para mulheres promove melhorias na carreira e crescimento pessoal

Trabalhar com arte não é fácil e, além da criatividade, é exigido do profissional uma boa interpretação de texto, já que muitas vezes ele precisará criar algo baseando-se no que foi escrito e pensado por seus clientes. Durante a etapa do processo criativo, é preciso expressar melhor as ideias propostas através do desenho.

Conheça agora algumas profissões que tem como base o desenho:

Desenhista Industrial: Muitas coisas ao nosso redor são desenhadas por alguém. Geralmente, o profissional que faz esse trabalho é um designer ou desenhista industrial. Além de criar a estética visual do produto, o profissional precisa de criatividade para inventar peças que atendam a funcionalidade, custo e que sejam de fácil manuseio. O estudante dessa área aprende a fazer, desde o esboço de um produto, até protótipos físicos. A graduação na área pode ser feita de forma presencial ou à distância e tem duração média de quatro anos.

Leia mais  Porque empresas não exigem mais diploma na contratação

Designer de Interiores: Com o objetivo de preparar o profissional para ter habilidades em arranjar e planejar ambientes de acordo com os padrões de funcionalidade e estética, a graduação em design de interiores pode ser encontrada em duas modalidades de ensino superior, tecnólogo ou bacharelado. O estudante dessa área aprende a planejar como ficará o interior de um ambiente com objetos, iluminação e acabamento. O curso possui grande parte da sua carga horária destinada a matérias práticas ligadas ao desenho, como perspectiva prática e desenho arquitetônico.

Arquitetura e Urbanismo: A arte de organizar, projetar e implementar espaços, sejam eles internos ou externos, baseado na estética e na funcionalidade, isso é a arquitetura. A graduação em arquitetura e urbanismo dura, em média, cinco anos e o estudante aprende a fazer planta das construções e a desenhar o interior delas. Aprende a criar objetos e logotipos. A formação possui diversas disciplinas ligadas ao desenho, como urbanismo, desenho arquitetônico e geometria gráfica.

Leia mais  Graças à venda de doces da mãe, filho conclui curso técnico e presta homenagem na formatura

Designer de Joias: Um designer de joias cria e produz peças únicas utilizando metais nobres como o ouro, a prata e pedras preciosas. Para criar produtos exclusivos e ao gosto do cliente, o profissional precisa ter como base o desenho. Muitas vezes, o cliente disponibiliza o desenho e, a partir disso, o designer produz a peça. O profissional nessa área precisa ser criativo para apresentar novas ideias e ter habilidade para trabalhar com ferramentas e metais.

Designer Gráfico: O estudante que optar pela graduação em design gráfico precisará de talento para desenhar, criatividade, conhecimento em software de desenho e edição e paixão pela profissão. A graduação pode ser encontrada em duas modalidades de ensino superior, tecnólogo ou bacharelado. O estudante aprende a usar suas habilidades artísticas para criar elementos visuais usados em logotipos, anúncios, layouts de revistas, sites, folhetos e outros materiais gráficos. Através de softwares de desenho, começa a desenvolver imagens desde os primeiros conceitos até a versão final usada nas publicações.

 

Comentários