Presença

Presença: Mundo Colorido

Presença: Mundo Colorido
Letícia Gebaile tem 13 anos e é apaixonada por comunicação. Crédito da foto: Acervo Pessoal / Divulgação

Ela tem apenas 13 anos, mais já é extremamente conhecida na cidade de Sorocaba, com roupas coloridas, espontaneidade e uma desenvoltura muito boa. Letícia Gebaile está na televisão desde os 8 anos de idade, apresentando o programa “Mundo Colorido” que já foi transmitido em canais locais da cidade e atualmente está no YouTube. Letícia chama atenção por onde passa graças ao seu carisma, o seu jeito inocente e cheio de sonhos, além de uma vontade de fazer um mundo melhor. Conheça um pouco do mundo colorido da pequena Letícia Gebaile, a nossa personagem da semana.

Onde você nasceu?

Eu nasci em Sorocaba no dia 12 de maio de 2007, sou a primeira filha do segundo casamento do meu pai, o Abel com minha mãe Gisele. Tenho mais três irmãos por parte de pai, e o Matheus, meu irmão caçula.

Qual sua primeira lembrança de infância?

Eu sempre morei na mesma casa, desde que nasci, aqui na Vila Olímpia. Eu lembro… eu, com meu irmão, brincando em uma piscina de plástico no quintal de casa, esta é a primeira e mais forte lembrança de quando era pequena.

Você é uma comunicadora nata, qual sua primeira lembrança da televisão?

Eu lembro do programa “Bom Dia e Cia” que era apresentado pelo o Yudi e a Priscila, das brincadeiras da roleta que eles faziam e lembro também do Raul Gil, sempre quis participar do programa dele e fiquei muito feliz quando minha mãe me levou um dia lá, para dançar e conhecer ele, fiquei super encantada com as instalações do SBT.

Leia mais  Presença: Debate Cruzeiro do Sul

Como foi a primeira vez que você pegou em um microfone e se apresentou para um público?

Eu sempre gostei do mundo artístico, desde pequena sempre gostei de tirar fotos, e minha mãe me levou para ser modelo, teve um evento da agência da qual eu fazia parte, a menina que ia apresentar faltou e eles me colocaram, eu adorei estava com 8 anos, sempre fui muito espontânea, dai já viu.

Qual é o seu ídolo?

Eu me inspiro muito na Eliana, e no Rodrigo Faro, acho os dois ótimos, o Faro canta, dança atua é um “showman”, a Eliana cativa e sua risada é inconfundível.

O que você quer ser quando crescer?

O meu maior sonho é cursar jornalismo, amo a comunicação, quero poder levar informações para as pessoas o resto da minha vida.

Leia mais  Presença: Quilos Solidários

Você é aluna do 8º ano, como está sendo sua rotina agora com aulas virtuais?

Eu acho que a experiência de se ter uma aula presencial é bem melhor, eu acordava ia para escola, via meus amigos brincava. Depois que este vírus chegou, tivemos que ficar em casa. Está sendo uma experiência esquisita, mas mesmo assim diferente, e algo que com certeza vai mudar a vida de muitas pessoas. Eu, particularmente, não estou tendo dificuldades em aprender, mais tenho amigos que sim, acho que é tudo uma questão de costume.

E após passar tudo isto, que esperar para 2021?

Eu acho que 2020, aprendemos muitas coisas, a dar valor a contato com amigos familiares e dar mais valor a vida, vimos tantas pessoas que estavam bem e por conta desta doença em poucos dias acabaram morrendo. Espero que em 2021 tenhamos uma vacina e possamos seguir em frente, fazer nossa vida valer a pena e amar mais as pessoas, o planeta e os animais.

Como está sendo sua vida agora?

Eu estudo de manhã, e à tarde me dedico a brincar e estudar e gravar os meus vídeos. Durante a quarentena eu criei o minuto da Léh, no qual eu falo alguma coisa positiva e coloco em minhas redes sociais, e também estou semanalmente falando direto da minha casa para a Rádio Majestade no programa do Carlos Garbo.

Leia mais  Presença: Do leitor

Como está sendo sua transição de criança para adolescente?

Eu sempre fui conhecida como uma menina baixinha que usava roupas coloridas e entrevistava todo mundo, agora estou começando a minha fase adolescente e já já vou estar na minha fase adulta. Os conteúdos dos meus vídeos estão me acompanhado, quero ajudar as outras meninas a descobrir a adolescência comigo.

O que você espera daqui 10 anos?

Espero estar fazendo o que eu gosto, quero muito poder fazer um intercâmbio, conhecer outra cultura e poder viajar muito. Em 2030 espero um mundo mais colorido também, em que as pessoas se tratem com carinho e amor, e que o planeta Terra esteje mais preservado e com menos desigualdade.

Bate Bola:

Um medo: Escuro.
Uma Vontade: Viajar o mundo todo
Família: Amor
Deus: Verdade.
Letícia por Letícia: Uma menina cheia de vontades que precisa ser mais organizada e que vai conquistar tudo aquilo que quer.

Comentários