Presença

Presença: Clima de boteco

O cantor Jorge Aragão se apresentou em Sorocaba no último dia 18 de maio e cantou seus maiores sucessos
Clima de boteco
Jorge Aragão. Crédito da foto: Manuel Garcia

O cantor Jorge Aragão se apresentou em Sorocaba, no último dia 18 de maio. O sambista de 70 anos cantou seus maiores sucessos em um show intimista, com clima de boteco.

Leia mais  Presença: Domingão dançante

 

Carioca de descendência amazonense, Jorge começou sua carreira no samba na década de 1970, como guitarrista em bailes e casas noturnas. Entrar no gênero fora das rodas ajudou Aragão a ser um sambista que explora novidades, ao ponto que declarar seguir mestres como Candeia, Roberto Ribeiro e Monarco, devido à “voz autoral”.

Como compositor, Aragão despontou em 1976, quando Elza Soares gravou sua composição “Malandro” (com Jotabê). Foi integrante do grupo Fundo de Quintal (núcleo do gênero pagode) e um de seus principais compositores e letristas, tendo por isso abandonado o conjunto algum tempo depois para dedicar-se à carreira solo. Quase todos os grandes intérpretes de samba — Beth Carvalho, Alcione, Zeca Pagodinho, Martinho da Vila — têm canções de Jorge Aragão em seu repertório.

Comentários

CLASSICRUZEIRO