Editorial

Árvores e temporais

As árvores têm um papel importante na melhoria da qualidade de vida das cidades

A queda de árvores por conta de temporais tem ocupado um bom espaço no noticiário deste jornal nas últimas semanas. No temporal registrado na madrugada da última quarta-feira, uma árvore de grande porte caiu na avenida Antônio Silva Saladino, no Parque Vitória Régia, levando junto o conjunto semafórico instalado no local e fios da rede de energia e telefonia. Felizmente ninguém se feriu, pois a queda ocorreu nas primeiras horas da madrugada, quando o trânsito de veículos não é intenso naquele local. O mesmo temporal causou a queda de outra árvore perto da ponte de Pinheiros, também sem causar vítimas.

Essas notícias se tornaram corriqueiras não só em Sorocaba. Bairros arborizados de cidades como São Paulo registram quase que diariamente quedas de árvores. É preciso considerar alguns fatores nos casos de quedas de árvores. Muitas delas caem com o vento forte por estarem com troncos infestados por pragas como cupins ou então foram plantadas de maneira errada. Até o tipo de árvore pode ser inadequado para aquele local. Em vários bairros temos espécies plantadas há mais de 50 anos, quando surgiram os loteamentos. Até podas mal feitas podem prejudicar as árvores deixando-as instáveis.

A divulgação das quedas de árvores tem um efeito perverso junto à opinião pública. Redações de jornais e setores responsáveis nas prefeituras recebem incontáveis pedidos para cortes de árvores após cada incidente. São moradores com medo que as árvores de sua calçada caiam sobre suas casas ou sobre veículos e pedestres e pedem para que sejam cortadas, mesmo sem perigo real de acidente.

O poder público precisa reforçar junto à população a noção de que as árvores têm um papel importante na melhoria da qualidade de vida das cidades, principalmente no conforto ambiental. Elas são responsáveis por melhorias microclimáticas, uma vez que com suas folhas absorvem radiação solar criando áreas com sombras; reduzem a velocidade dos ventos; aumentam a umidade atmosférica; amenizam os efeitos da poluição atmosférica e sonora, além de protegerem o solo e a fauna. Pesquisas mostram que ruas densamente arborizadas têm temperaturas até cinco graus centígrados mais baixas que vias sem qualquer arborização em dias de calor forte. Há ainda benefícios estéticos e até valorização dos imóveis construídos em locais arborizados.

Dias atrás, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins, disponibilizou em seu site uma espécie de cartilha que traz inúmeras informações úteis sobre o tema. Trata da importância da arborização, relaciona as árvores próprias para o plantio em ambiente urbano, o tamanho que pode chegar cada espécie, dá orientações de como plantar, como deve ser o manejo (rega, adubação, manutenção) e locais onde podem ser obtidas mudas grátis em Sorocaba. O folheto em pdf (que pode ser baixado pelos interessados) traz ainda as normas previstas pela legislação para o plantio nas calçadas, mostrando as distâncias que precisam ser levadas em conta para não atrapalhar o fluxo de pessoas, inclusive aquelas com necessidades especiais e cadeirantes.

Essa é uma iniciativa importante do poder público para esclarecer a população. Uma outra iniciativa importante e que aparentemente foi extinta é o Tour das Árvores. Trata-se de um passeio monitorado que era realizado anos atrás para mostrar aos inscritos as histórias e características das árvores antigas espalhadas pela cidade, como a copaíba de 185 anos da Vila Barão e o octogenário cedro rosa existente no Parque Campolim.

Mas a Secretaria do Meio Ambiente tem uma dívida para com a população. Precisa realizar um grande mutirão para examinar as condições das árvores plantadas em cada bairro. Nesse trabalho, que pode ser realizado ao longo do ano, além de detectar as árvores com problemas e substituí-las por mudas sadias, os profissionais poderão incentivar os moradores a plantar mais árvores em seus bairros, doando mudas de espécies apropriadas para cada região e auxiliando no plantio correto, dentro das normas previstas pela legislação. Esse trabalho poderá ajudar a espantar o medo que a população tem da queda das árvores durante os temporais e certamente ampliaria a arborização da cidade, tornando-a mais agradável e saudável.

Comentários
Assuntos