Do leitor

Vacina contra a gripe

Em 23/3/20 foi noticiado através do jornal Cruzeiro do Sul lista de locais onde seriam disponibilizadas as vacinas contra a gripe para maiores de 60 anos; em minha opinião faltou informações sobre quais eram os respectivos bairros daqueles endereços, facilitando assim a identificação dos melhores pontos a se dirigir; No dia seguinte, em 24/3/20, é divulgada nova lista com 10 endereços a menos, porém agora com os nomes dos bairros relacionados facilitando assim a identificação dos locais.

Desta forma, levei minha mãe a um destes locais, ali na Vila Angélica. Tomei o cuidado de tentar telefonar antes da saída, a fim de confirmar se ainda havia vacinas. Em vão. Além de ter que pesquisar na internet para localizar o telefone, ninguém atendeu. Mesmo assim nos dirigimos ao local, e para nossa surpresa, estava fechado. Havia cartazes sobre a vacinação, mas nenhum cartaz esclarecendo o porquê de estar fechado. O interfone do local também não foi atendido. Totalmente desnecessário levá-la até o local expondo a riscos e não ter efetividade.

Leia mais  Violência contra idosos

Se me permitem, algumas sugestões: Divulgar em todos os meios uma página eletrônica, com todos os locais disponíveis para vacinação, com endereço completo, horários de funcionamento e telefone para contato (fixo ou móvel); Atualizá-los a todo momento; Permitir agendamento de vacinação. O cidadão faz contato pela página ou via WhatsApp fornecendo nome e CPF agenda o dia e local e terá sua dose de vacina garantida. Também pode ser adotado o critério de escalonamento. Onde seria por ordem alfabética

Segunda – A B C D, Terça – E F G H, Quarta – I J K L, Quinta – M N O P, Sexta – Q R S T, Sábado – U V X Z. Além de priorizar a ordem de atendimento pelos mais velhos.

CÉSAR TEZZOLINI

Comentários