Do leitor

Galinhas e pombos

É lamentável a postura da Zoonoses com relação a um galinheiro instalado por morador na rua Ovídio Antonio Ribeiro, no Wanel Ville IV, em Sorocaba, o que causou aumento exponencial de pombos, verdadeira praga urbana, que está causando diversos problemas, sujidades e transtornos nas casas próximas.
Pior é a alegação de que a criação de galinhas em área urbana agora é permitida na cidade, dada a alteração na Lei das Zoonoses, motivada pelo interesse de alguns condomínios em criarem galinhas para combater a proliferação de escorpiões.
Ocorre que o galinheiro no Wanel Ville IV ocupa o equivalente a 3 lotes, sendo muito mal cercado em suas laterais e sem cobertura na parte superior, que impeça o acesso dos pombos às rações dadas às galinhas, o que já motivou reclamações à Zoonoses.
Os funcionários da Zoonoses vão ao local e somente orientam o dono do galinheiro, que não é proprietário dos terrenos, a fazer adequações, mas não tomam nenhuma providência mais efetiva e a quantidade de pombos aumenta a cada dia, tornando insuportável a situação, pois enchem as casas e telhados de fezes, podem transmitir doenças, além do barulho produzido por tantos animais, que arrulham sem parar.
A Zoonoses parece esperar que a grande população de pombos se torne incontrolável ou que algum munícipe acabe se contagiando com doença grave, que os pombos sejam os principais transmissores. Ao que parece, enquanto não tiver alguém de muita visibilidade e importância política na cidade, ou enquanto não ficar alguém gravemente doente ou até morrer, apenas orientações e adequações, das quais nunca se nota diferença alguma, continuará ocorrendo o mesmo problema.
A lei não proíbe mais a criação de aves em área urbana de forma doméstica, mas a Zoonoses permitir que o ocupante da área faça uso de praticamente 3 lotes para este fim, que causa transtornos e incômodos aos demais munícipes pagadores de IPTU, é um verdadeiro absurdo. Sugiro que os funcionários da Zoonoses compareçam ao local nas primeiras horas da manhã, quando poderão ver e ouvir dezenas de pombos arrulhando, comendo e defecando em toda a vizinhança, para que possam ter melhor noção do problema e da gravidade da situação.
José Marcos Fogaça Porfirio

Resposta: Não houve resposta da Prefeitura de Sorocaba.

Comentários