Do leitor

Flanelinhas

A reportagem referente aos flanelinhas gerou uma enorme repercussão. Há os que apoiam e os que condenam, alguns pedem a regularização da “profissão”, outros criticam a cobrança da Zona Azul. Temos que compreender que a partir da legalização da atividade dos flanelinhas, os mesmos deverão ter as mesmas obrigações dos estacionamentos, pagando aluguel por metro quadrado que eles usam, ser responsáveis por qualquer avaria nos veículos, se for roubado um veículo na sua área o mesmo teria de pagar o carro para o dono e não o que vemos. Meu carro foi roubado quando um flanelinha pediu para eu estacionar, ao chegar não tinha flanelinha nem o meu carro. Minha mãe levou uma multa por ouvir o flanelinha, porém só ficou sabendo quando chegou a multa em sua casa, o flanelinha escondeu a multa, entre vários outros problemas. Quem quiser vai oferecer um emprego com salário de R$ 1.500 por mês, ninguém vai querer, põem regras semelhantes a de estacionamentos privados, duvido que alguém vai querer, em média os flanelinha ganham de 2 mil a 4 mil, sem nenhuma obrigação legal, há vendas do ponto e aluguel de rua em Sorocaba.
Muitos reclamam da Zona Azul, mas sem ela dificilmente encontraremos vagas para estacionarmos, pois grande parte ficava com trabalhadores que ocupavam a vaga por até 8 horas por dia, as pessoas reclamam de pagar 1,50 para a zona azul, mas pagam 5 a 10 reais para os flanelinha, lembrar que a arrecadação da zona azul refletem em melhorias para a sociedade, cabe aos políticos proporcionarem empregos para os sorocabanos e não darem a responsabilidade para a sociedade, pois os flanelinha são de responsabilidade da prefeitura que pouco se preocupa em resolver este problema e joga a responsabilidade na sociedade e no desemprego, isso ocorre desde a década de 90 e nada e resolvido, tivemos tempos bons com relação às vagas de empregos, mas os flanelinha se mantiveram no mesmo local.
NAOMI SHIRUBA

Comentários