Do leitor

Falta de medicamento

Desde que o médico da rede pública do município de Sorocaba realizou a troca de um dos meus medicamentos para o chamado Glicazida, sob alegação de o mesmo ter melhor eficácia, tal medicamento está indisponível nas farmácias municipais, mesmo após inúmeras promessas da PMS em regularizar seu fornecimento. O próprio atendente da farmácia de um dos Centros de Saúde do município diz estar já há mais de 10 meses em falta o referido fármaco. Aí, só resta lamentar o total descaso da PMS com a área da saúde, mesmo porque tal medicamento não me sai gratuitamente, apesar de ser fornecido. Eu já o paguei com impostos recolhidos! Desrespeitoso demais…
DENÍLSON OLIVEIRA

Resposta: Prezado Denilson Oliveira, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), informa que esse medicamento está em fase de assinatura de contrato para posterior pedido ao fornecedor. Por enquanto não há uma previsão da reposição, pois o trâmite depende de outras secretarias. Assim que finalizadas as assinaturas necessárias, o fornecedor será acionado para entrega.
SECRETARIA DA SAÚDE DE SOROCABA

Leia mais  Fechamento de agências bancárias

Do Facebook

Câmara de Sorocaba terá de exonerar 20 assessores

O que faz um assessor se nem os vereadores estão conseguindo fazer o que a gente pede? A resposta dele é sempre que depende da Prefeitura.
BENEDITA PONTES

Cada vereador tem cinco assessores, como se já não ganhassem o valor suficiente para trabalharem. Um assessor já seria suficiente para cada vereador marajá.
DIEGO MORON

O que for exonerado, se o for, o que eu duvido, misteriosamente arruma cargo na prefeitura ou algum órgão público ligado a ela (Saae, Urbes, Parque Tecnológico etc).
EMMANUEL CESAR

Comentários