Motor

VW T-Cross na passarela

Primeiro SUV compacto da marca, modelo chega às concessionárias somente em março
VW T-Cross na passarela
A Volkswagen iniciou a produção do modelo na fábrica de São José dos Pinhais (PR) que completa 20 anos. Crédito da foto: Divulgação

Com algum atraso, a Volkswagen apresentou na semana passada seu novo utilitário esportivo compacto (SUV) T-Cross, construído sobre a plataforma MQB, a mesma utilizada na construção do Polo e Virtus. A marca aproveitou o 20º aniversário de fundação de sua fábrica em são José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (PR) para marcar o pré-lançamento e iniciar a produção do veículo. O SUV, segundo a montadora, ainda terá um novo lançamento em março, às vésperas de sua chegada à rede de concessionários.

 

A Volkswagen é uma das últimas grandes montadoras a lançar seu SUV compacto, um dos segmentos que mais crescem no mercado brasileiro e um dos mais lucrativos. Quer tirar o atraso apresentando um produto visualmente interessante com motores de primeira linha. A versão de entrada do modelo, com câmbio manual e motor 1.0 TSI, chegará ao mercado custando R$ 84.990. a versão mais sofisticada, como transmissão automática e motor 1.4 TSI chegará por R$ 109.990. com todos os equipamentos essa versão atinge salgados R$ 125.000.

O T-Cross faz parte dos cinco novos SUVs a serem lançados pela Volkswagen na América Latina até 2020. O T-Cross tem quatro versões: T-Cross 200 TSI (a única a trazer o câmbio manual de seis marchas); T-Cross 200 TSI Automático; T-Cross Comfortline 200 TSI e T-Cross Highline 250 TSI todas essas equipadas com o câmbio automático de seis marchas.

Pré-venda

Para marcar o início da produção do modelo a Volkswagen abriu a pré-venda a interessados que será feita por meio do site vw.com.br/prevenda. O cliente deve acessar o site, preencher um cadastro e efetuar o pagamento da entrada de R$ 5 mil. Feito isso, o cliente será contatado pela Volkswagen para receber mais informações e concluir o pagamento. São 800 unidades disponíveis no período de pré-venda, divididas em duas versões: Comfortline 200 TSI e Highline 250 TSI.

VW T-Cross na passarela
O carro tem um acabamento interno sóbrio e muita tecnologia. Crédito da foto: Divulgação

O T-Cross, segundo o fabricante, se destaca por seu comportamento dinâmico, características dos veículos produzidos sobre a Estratégia Modular MQB e pelos motores TSI, de alta eficiência energética e prazer ao dirigir. Tem cabine espaçosa e confortável e é equipado com avançados recursos de tecnologia, conectividade e segurança. O modelo oferece itens exclusivos no segmento, como o painel de instrumentos totalmente digital, seletor de perfil de condução, Controle de Estabilidade (ESC) de série, bloqueio eletrônico do diferencial, Park Assist 3.0, suporte para smartphone no painel, quatro entradas USB e iluminação ambiente em LED.

Leia mais  Peugeot 3008 ganha versão Allure

Modelo chega em quatro versões

O T-Cross chega ao mercado em quatro versões, todas equipadas com motores TSI. As quatro versões são: T-Cross 200 TSI (a única equipada com o câmbio manual de seis marchas); T-Cross 200 TSI Automático; T-Cross Comfortline 200 TSI Automático e T-Cross Highline 250 TSI Automático todas essas equipadas com o câmbio automático de seis marchas. E há uma novidade: o pacote First Edition, edição limitada oferecida no período de lançamento do carro e que traz itens exclusivos.

Os preços são:

200 TSI R$ 84.990
200 TSI Automático R$ 94.490
Comfortline 200 TSI Automático R$ 99.990
Highline 250 TSI Automático R$ 109.990

O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de 128 cv com etanol e de 116 cv com gasolina. Seu nome faz referência ao torque de 200 Nm (20,4 kgfm). O motor 250 TSI Total Flex equipa a versão Highline e gera potência de até 150 cv, com gasolina ou etanol. O torque é de 250 Nm (25,5 kgfm).

VW T-Cross na passarela
O T-Cross se destaca pelo bom espaço interno e comportamento dinâmico. Crédito da foto: Divulgação

Para celebrar a chegada do T-Cross, a Volkswagen preparou um pacote especial limitado a 1.000 unidades da versão Highline 250 TSI, com três opções de cores para a carroceria bronze namíbia, branco puro e laranja energético.

Denominado First Edition, estará disponível para o período de pré-venda e tem preço de R$ 7.500. Inclui teto, colunas (“A” e “C”) e retrovisores pintados na cor preto ninja, rodas de liga leve de 17 polegadas na cor preta com superfície diamantada, painel totalmente digital (Active Info Display), seletor de modo de condução e sistema de infotainment Discover Media, com navegador via satélite, tela colorida de 8 polegadas, comando por voz e entrada USB no console central, além do sistema de som Beats.

Leia mais  30% dos brasileiros estão interessados em acessar as mídias sociais em automóveis

Ao adquirir o pacote First Edition, o cliente poderá complementá-lo com o pacote Tech for First Edition (R$ 4.200), com o sistema Park Assist 3.0 e faróis full-LED; e com o teto solar panorâmico Sky View (R$ 4.800).

VW T-Cross na passarela
Todas as versões podem ser equipadas com pacotes de equipamentos. Crédito da foto: Divulgação

O T-Cross já é muito equipado desde a versão 200 TSI, que traz de série Controle de Estabilidade (ESC), seis airbags, freios a disco nas quatro rodas, bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+), direção elétrica e ajuste de altura e distância para o volante, assistente para partida em rampas (Hill Hold), sensores traseiros de estacionamento, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas infantis, faróis com função “Coming & Leaving home”, faróis de neblina com função “cornering”, luzes de condução diurna em LED, lanternas traseiras em LED, banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível, suporte para smartphone com entrada USB para carregamento, travas e vidros elétricos e volante multifuncional. Seu câmbio é manual de seis marchas. Como opcional, o pacote Interactive I inclui sistema de som Composition Touch com tela colorida sensível ao toque de 6,5” e App-connect, dois alto-falantes adicionais (além dos quatro de série), câmera de ré para auxílio em manobras e sensores dianteiros de estacionamento (sensores traseiros são de série)

O T-Cross 200 TSI Automático traz o câmbio automático de seis marchas, controle automático de velocidade, apoio de braço central com porta-objetos, volante multifuncional revestido de couro com “shift paddles”, duas entradas USB para o banco traseiro, saída traseira de ar-condicionado, sistema de som Composition Touch com tela colorida sensível ao toque (“touchscreen”) de 6,5 polegadas e App-Connect. Visualmente, se diferencia da 200 TSI pela grade dianteira em preto brilhante e pelo logotipo “Automatic” na tampa do porta-malas. Há para o T-Cross 200 TSI Automático apenas um pacote de opcionais.

Leia mais  Comercial de carro apresenta o final de 'Caverna Do Dragão'

O Comfortline 200 TSI Automático adiciona os itens: ar-condicionado digital Climatronic, banco do motorista com ajuste lombar, câmera de ré para auxílio no estacionamento, indicador de pressão dos pneus (RKA), manopla da alavanca de câmbio revestida de couro, porta-luvas refrigerado, sistema “save” de variação do espaço do porta-malas, rodas de liga leve de 17” com pneus 205/55 R17, sensores dianteiros de estacionamento (além dos traseiros) e sistema de frenagem automática pós-colisão. Essa versão se diferencia da 200 TSI Automático pelos detalhes cromados na grade dianteira (que é pintada em preto brilhante), colunas centrais (“B”) na cor preto brilhante e para-choque traseiro com apliques cromados na região inferior. Para essa versão há quatro pacotes opcionais.

VW T-Cross na passarela
Das quatro versões, somente uma tem motor TSI 1.4. Crédito da foto: Divulgação

O T-Cross Highline 250 TSI agrega os itens: bancos revestidos de couro, espelho retrovisor interno eletrocrômico, espelhos retrovisores externos com rebatimento automático, iluminação ambiente em LED, detector de fadiga, sistema Kessy, sistema start&stop (que desliga/liga o motor quando parado em semáforos, por exemplo) e sensores de chuva e crepuscular.

Essa versão se diferencia visualmente pelo rack de teto na cor “prata anodizada”, moldura cromada para os faróis de neblina e para a grade dianteira e frisos laterais na região inferior dos vidros. Por dentro, destacam-se a iluminação ambiente em LED, manopla da alavanca de freio de estacionamento revestida de couro e cobertura dos pedais de alumínio. Para essa versão há três pacotes de opcionais, que podem trazer painel totalmente digital, sistema de som Discover Media com navegador via satélite, tela de 8 polegadas, seletor de modo de condução, teto solar panorâmico e até sistema Park Assist 3.0. (Adalberto Vieira)

Comentários