Motor

Volvo anuncia primeiro modelo de uma série de blindados de fábrica

Fabricante oferecerá aos clientes opções sob encomenda de veículos pesados e leves para blindagem
Volvo Cars passa a oferecer carros blindados de fábrica
O primeiro modelo a receber blindagem pesada é o utilitário esportivo XC90. Crédito da foto: Divulgação

A Volvo Cars anunciou a produção de seu primeiro modelo blindado de fábrica, o SUV XC90. O veículo é projetado e construído para oferecer deslocamentos seguros e confortáveis com alto nível de proteção pessoal para todos os ocupantes.

A fabricante sueca recebeu inúmeros pedidos nos últimos anos para desenvolver um XC90 blindado. Esse volume significativo de solicitações de blindagem é reflexo da crescente demanda no mercado global por veículos blindados, e um grande número destes modelos são fabricados para atender várias classificações de proteção.

Leia mais  Volvo lança linha 2020 e tecnologia que ajuda economizar combustível

A Volvo Cars tem experiência na construção de carros de polícia, para bombeiros e de diversos veículos especiais com altos requisitos relacionados à função, dirigibilidade e segurança. O primeiro carro de polícia da Volvo foi entregue em 1929 às autoridades.

O XC90 sai de fábrica com classificação de proteção VPAM BRV 2009 / ERV2010 VR8* (blindagem pesada), ou seja, um carro que entrega um alto nível de segurança, ao mesmo tempo em que mantém as propriedades fundamentais do carro. Os clientes em potencial incluem serviços de segurança que usariam o carro para transportar pessoas com esse perfil.

Volvo Cars passa a oferecer carros blindados de fábrica
O XC90 blindado ficará 1.400 kg mais pesado, elevando o peso do carro a quase 4.500 kg. Crédito da foto: Divulgação

O trabalho para desenvolver um carro com classificação de proteção VPAM VR8 começou há pouco mais de dois anos e certifica que o veículo tem resistência balística de 360 graus, bem como resistência explosiva. O veículo blindado foi construído na versão Inscription do XC90 T6, que é produzido na fábrica de Torslanda (Suécia).

O tamanho e a natureza do modelo fazem dele o carro mais adequado no portfólio de produtos da Volvo Cars para blindagem. De Torslanda, a unidade é enviada para a Alemanha na TRASCO Bremen GmbH, referência na construção de veículos de qualidade superior com altos índices de proteção.

Leia mais  Volvo tem recorde de vendas no Brasil

A blindagem de aço de alta resistência que reveste o carro tem dez milímetros de espessura; já a espessura do vidro pode ser de até 50 milímetros. A blindagem acrescenta aproximadamente 1.400 kg, elevando o peso total do carro para 4.490 kg incluindo cinco ocupantes. Por causa do aumento de peso, o carro é equipado com um novo chassi e novos freios. O Volvo XC90 blindado está disponível para encomenda e as primeiras entregas aos clientes serão feitas no fim de 2019.

Blindados leves

A marca também desenvolve outra versão de carros blindados, os chamados blindados leves. Isso significa que a fabricante sueca possui um portfólio completo de modelos capazes de oferecer alto nível proteção pessoal.

Essa versão é voltada para clientes diferentes do XC90 com blindagem pesada. Os usuários podem ser indivíduos ou empresas que exigem um carro com um nível mais alto de segurança devido a um risco geográfico ou a uma ameaça pessoal elevada. O mercado para esses tipos de veículos de proteção também existe entre os serviços de segurança, polícia, diplomatas e particulares.

Volvo Cars passa a oferecer carros blindados de fábrica
Crédito da foto: Divulgação

Os carros são destinados para a América Latina e Europa. Após a construção, eles serão adaptados no Brasil, onde há uma demanda considerável por esses modelos, bem como uma importante experiência na construção desse tipo de veículo. Isso significa que esses modelos terão uma proteção mais leve quando comparados ao XC90 com blindagem pesada.

Leia mais  Volvo traz o S90 T8, o terceiro híbrido da marca

No mercado nacional, a fabricante sueca vai oferecer a blindagem leve de fábrica para o XC90, XC60 e XC40. Os carros serão submetidos a uma bateria de testes balísticos para garantir que a classificação de proteção exigida seja atendida. Eles fornecem principalmente proteção contra armas de fogo curto, não alterando de nenhuma forma as propriedades fundamentais dos carros em comparação com o veículo padrão. (Da Redação)

Comentários