Motor

Vendas do Ford EcoSport patinam no Brasil, mas embalam na Europa

O EcoSport foi destaque de vendas da Ford na Europa, com crescimento de 110% em julho comparado a 2017
Vendas do Ford EcoSport patinam no Brasil, mas embalam na Europa
A última geração ganhou uma versão equipada com o novo motor 1.5 de três cilindros e câmbio automático. Crédito da foto: Divulgação

O Ford EcoSport não tem vida fácil no Brasil. Ele foi o veículo que criou um novo segmento automotivo, o dos utilitários esportivos compactos, mas amarga a quinta colocação entre os mais vendidos, mesmo com a nova geração apresentada em meados do ano passado que trouxe novos motores e nova transmissão. Nos sete primeiros meses do ano foram vendias pouco mais de 19 mil unidades do modelo, sendo 3.107 no mês de julho, quando ficou atrás do Hyundai Creta, Jeep Renegade, Honda HR-V e Nissan Kicks, todos produtos mais recentes. Foi o melhor desempenho do ano, impulsionado pelas vendas da nova versão Storm, com tração nas quatro rodas. Na Argentina, ele continuou a liderar a categoria com 1.255 unidades, um crescimento de 10% sobre o mês anterior.

Uma posição bem diferente daquela desfrutada nos primeiros oito anos do utilitário, lançado em 2003, até 2011, quando chegou o primeiro concorrente direto, o Renault Duster. Desde então o modelo foi perdendo mercado, principalmente nos últimos anos quando quase todos os fabricantes lançaram seu SUV compacto.

Entretanto, o EcoSport foi destaque de vendas da Ford na Europa, com crescimento de 110% em julho comparado a 2017 e registro de um novo recorde no mês. Com o volume de 10.500 unidades, o SUV compacto tornou-se o terceiro modelo mais vendido da marca nos 20 principais mercados da região, atrás apenas do Fiesta (20.700), outro carro que patina nas vendas no Brasil, apesar de suas qualidades, e do Kuga (12.800).

No acumulado do ano o avanço do EcoSport ficou na casa de 60%, impulsionado pelo lançamento da nova linha, introduzida de forma progressiva nos diversos países do continente. Além de frente e interior redesenhados, central multimídia SYNC 3 com tela flutuante de 8 polegadas, controle de velocidade adaptativo e câmera de ré, o utilitário esportivo também passou a oferecer localmente versões com e sem o estepe na traseira e a esportiva ST-Line.

No segmento de SUVs como um todo, a Ford cresceu 31% no primeiro semestre com a linha formada pelo EcoSport, Kuga e Edge que já respondem por um quinto de todos os veículos vendidos pela marca no continente.

A primeira versão do EcoSport foi muito bem recebida na Europa e vendeu mais de 40.000 unidades, combinando estilo esportivo, tamanho compacto, interior espaçoso e bom conteúdo de equipamentos. O novo modelo estreou globalmente no Brasil no meio de 2017 e no final do mesmo ano começou a ser produzido na fábrica de Craiova, na Romênia, para o mercado europeu. A Rússia também produz a linha para o seu próprio mercado. (Adalberto Vieira, com informações do fabricante)

 

Comentários