Motor

Salão Duas Rodas abre as portas ao público nesta terça-feira

É o mais importante evento relacionado a motocicletas, bicicletas e patinetes da América do Sul
Triumph apresenta seus produtos e duas novidades mundiais no salão. Crédito da Foto: Adalberto Vieira

O Salão Duas Rodas, o mais importante evento relacionado a motocicletas, bicicletas e patinetes da América do Sul, abre suas portas ao público nesta terça-feira (19) no São Paulo Expo.

Leia mais  Exposição traz 60 motocicletas clássicas para Sorocaba

 

Na segunda-feira (18) foram realizadas as coletivas de alguns expositores e da Abraciclo, entidade que reúne os fabricantes e promove o evento.

O setor de motocicletas continua a crescer. Este ano, segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, serão produzidas 1.105.000 motos, a grande maioria na Zona Franca de Manaus, com um crescimento de 6,6%.

As vendas no varejo também crescerão (1.070.000 de unidades), um aumento de 13,8% em relação ao ano passado. Somente as exportações estão em baixa (-40,5%), reflexo da crise de nosso principal parceiro internacional, a Argentina.

Para 2020, a previsão é de crescimento (6,4% na produção), o que mantém o Brasil entre os principais mercados de duas rodas do mundo.

O Salão Duas Rodas espera 250 mil visitantes com muitas atrações. Além de ver as motos e equipamentos, os visitantes também poderão testar muitas motos em pistas criadas ao lado do Expo São Paulo especialmente para o evento.

Os motociclistas têm tratamento especial. Aqueles que não quiserem pagar pelo estacionamento de suas motos no edifício-garagem (R$ 25) poderão deixa-las em um bolsão gratuito fora do prédio e haverá capaceteria grátis.

Lançamentos

Nem todos os fabricantes presentes no mercado participaram da feira. Marcas importantes como Harley-Davidson e BMW não participam da mostra. Mas mesmo assim, há muitas novidades para quem aprecia os veículos de duas rodas.

A Triumph, que está há sete anos no mercado brasileiro, apresenta seus produtos e duas novidades mundiais: a Triumph Street Triple RS, que tem motor de 765 cc e 123 cv, que usa a mesma base utilizada pela marca no Mundial de Moto 2, e a Triumph Rocket 3 R, que traz o maior motor já feito em série pela marca (2.458 cc, 167 cv de potência).

Yamaha tem 44 modelos diferentes expostos em seu estande. Crédito da Foto: Adalberto Vieira

A Yamaha tem 44 modelos diferentes expostos em seu estande. Além de oferecer uma série de serviços aos seus clientes, a marca traz algumas novidades como a Scooter X-Max Sport (250 cc com ABS) e a Niken, uma moto com três rodas e toque esportivo.

A Yamaha aproveitou o salão para anunciar uma inédita parceria com a Marvel, em uma ação válida somente para o Brasil. A marca apresentou motos customizadas inspiradas nos heróis do universo geek. Os modelos poderão ser lançados no Brasil no ano que vem.

Como ocorre todos os anos, a Honda apresentou vários lançamentos na feira. Estão lá a Honda CG Titan S, a Bros 160 SE (edição especial), a XRE 190 SE, CB 250F Twister SE, CB 500 X renovada, a CB650 R e a CBR 650R. Também estão no Salão a CB 1.000 R e a NC 750X. Há ainda versões curiosas da Honda Pop 110i (Surf e Rally) e um conceito de scooter criado para o público feminino.

Honda apresentou vários lançamentos na feira. Crédito da Foto: Adalberto Vieira

Royal Enfield não estava na programação das coletivas, mas também tem novidades, entre elas a Continental GT 650 e Interceptor 650. A Suzuki, igualmente fora das coletivas, apresenta a versão Adventure da V-Strom 1000 XT, desenvolvida no Brasil. A Vespa, que pertence ao grupo italiano Piaggio, lança no Salão Duas Rodas a Club 125 (125 cc, com preço estimado de R$ 14 mil). A Kawasaki apresenta as novas 900 e KX 250.

Serviço

O Salão Duas Rodas é realizado no São Paulo Expo (rodovia dos Imigrantes) e ficará aberto ao público de 19 a 24 de novembro.

Os ingressos têm preços diferentes dependendo do dia. Na terça-feira ele custa R$ 55; nos dias 20 (feriado), 23 e 24 (sábado e domingo), custa R$ 80; e em 21 e 22/11, R$ 80. Haverá meia entrada.

Há ainda Kit Fã (ingresso mais camiseta) por R$ 120; Ride Experience (dá acesso a todos os test-rides) por R$ 150; e VIP Experience que permite acesso também ao Dream Lounge e custa R$ 250. (Adalberto Vieira)

Comentários