Motor

Peugeot 2008 revisto e melhorado

O SUV ganhou novo visual e câmbio automático de 6 marchas em todas as versões
Peugeot 2008 ganhou novo visual e tem agora uma caixa de câmbio automática (AT6) adequada para os dois motores disponíveis. Crédito da foto: Adalberto Vieira

Mesmo em um período de crescimento das vendas dos SUVs, a Peugeot sempre encontrou dificuldades para colocar no mercado o 2008, seu utilitário esportivo compacto. Lançado no primeiro semestre de 2015, o 2008 tinha as dimensões que o mercado desejava e motorização adequada: um motor 1.6 16V aspirado flex com 122 cv de potência ou um motor 1.6 turbo (THP) com 173 cv. O problema era o câmbio. A versão topo de gama com motor turbo só estava disponível com câmbio manual, em uma época que o câmbio automático já era indispensável nesse tipo de veículo.

A versão com motor aspirado oferecia câmbio automático, mas uma antiquada caixa de quatro velocidades, que não seduzia consumidores. Resultado, o 2008, apesar de todas as suas qualidades, nunca decolou nas vendas. No ano passado chegou a nova geração do modelo. O SUV compacto ganhou nova frente, semelhante aos modelos superiores da marca, e finalmente câmbios adequados. Tanto a versão com motor aspirado como a com motor THP ganharam câmbio automático de seis velocidades, como pede o mercado.

Na reestilização do modelo o 2008 ganhou novo desenho no capô, grade frontal e para-choque dianteiro, o que alterou seu ângulo de ataque que agora é de 23º. Ganhou também luz diurna em LEDs (DRL) um item de série em todas as versões e novos faróis de neblina. O veículo tem sistema Peugeot Connect Radio, com tela de 7 polegadas (com Android Auto e Apple CarPlay) e volante multifuncional. O carro traz o interessante sistema i-Cockpit com o painel elevado e o volante de pequeno diâmetro, que ajuda a encontrar uma posição confortável para dirigir.

A versão avaliada pelo Motor, a Griffe 1.6 AT, traz o motor aspirado. Não oferece aquela explosão de desempenho do motor THP, mas tem comportamento honesto, além de conversar bem com a caixa automática de seis marchas. No ano passado o 2008 foi o produto mais vendido da marca no Brasil, com 8.693 unidades, muito pouco pelas qualidades do produto que o mercado ainda precisa conhecer.

Mesmo na versão de entrada o acabamento interno é bom. Crédito da foto: Adalberto Vieira

Ficha Técnica – Peugeot 2008 Allure

Motor: 1.6 flex, 4 cilindros, 16v.
Potência máxima: 118 cv com etanol; torque máximo: 16,1 kgfm com etanol
Câmbio: automático de 6 marchas
Dimensões: comprimento: 4,159 m; largura: 1,739 m; altura: 1,583 m; entre-eixos: 2,542 m. Peso: 1,236 kg.
Pneus: 205/60 R16
Capacidade do porta-malas: 402 litros
Capacidade do tanque: 55 litros
0-100 km/h: 11s9
Velocidade máxima: 201 km/h
Consumo: cidade (com gasolina): 10,7 km/litro; consumo rodovia: 13,0 km/litro

(Adalberto Vieira)

Comentários