Motor

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva

Preços vão de R$ 69.990 na versão PCD a R$ 99.990 na versão Griffe THP AT
Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
Os preços do modelo variam da R$ 69.990 na versão destinada ao PCD e chega a R$ 99.990 na versão Griffe THP AT. Crédito da foto: Divulgação

A Peugeot está lançando esta semana o Peugeot 2008 que passou pela sua primeira repaginação desde seu lançamento no Brasil. As mudanças estéticas, projetadas pelo Latin America Tech Center do Groupe PSA, são exclusivas para a América Latina e deixaram o menor SUV da marca com visual muito parecido com o do “irmão” maior, o 3008. O modelo chega ao mercado com as mesmas duas motorizações já existentes, o motor 1.6 (EC5) aspirado flex que rende 118 cv e o 1.6 THP que rende até 175 cv. O motor THP só equipará a versão topo de linha (Griffe THP) e só será distribuído para a rede de concessionários no segundo semestre do ano. Todos os modelos a partir de agora saem de fábrica com câmbio automático de seis velocidades.

Leia mais  Audi testa no Brasil seu SUV totalmente elétrico

 

O novo Peugeot 2008 ganhou um visual mais sofisticado e robusto, principalmente na sua parte frontal. A grade agora é emoldurada com um acabamento em preto Onyx e verticalizada, traz elementos tridimensionais. O capô ficou um pouco mais alto e o emblema do leão, símbolo da marca, foi para o centro da grade. Com a mudança, a frente ficou totalmente alinhada com o design dos dois SUVs maiores da marca, o 3008 e o 5008.

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
Somente a versão de entrada vem com rodas de aço. Crédito da foto: Divulgação

O para-choques também recebeu alterações. Melhorou o ângulo de ataque do veículo, o que facilita a superação de obstáculos. A suspensão elevada deixa o modelo com 200 mm de vão livre. A estrutura do para-choque cria uma moldura que lembra as garras do leão. Os faróis afilados, com DRL em LED e refletores com lente semielíticas, lembram as pupilas do leão e foram projetados para obter o máximo de eficiência técnica e garantir mais segurança e visibilidade em todas as situações. robustez da carroceria é reforçada pelo uso da linha de cintura elevada, com pneu 205/60 de rodas de 16 polegadas, de aço, com calotas Arsenic ou de liga-leve Áquila Diamantada.

A parte traseira mantém sua identidade com o para-choque saliente à carroceria, com a parte inferior em preto Onyx, que reforça a ideia de proteção. Integradas na peça ficam as luzes de neblina e de ré. A tampa do porta-malas permanece emoldurada pelo teto com ondulação dinâmica. As lanternas traseiras conduzem, flutuando em seu interior, uma identidade visual (que remete às “garras” do leão) iluminadas por LEDs e pelo piso rebaixado do porta-malas, que facilita o seu carregamento.

Disponível em duas configurações de motorização, 1.6 EC5 VTI, de 118 cv a 5.750 rpm (com etanol) e 1.6 THP, de 173 cv a 6.000 rpm (com etanol), ambas com câmbio automático EAT6 de seis velocidades, produzido pela líder mundial em caixas de câmbio, a empresa japonesa Aisin AW, os propulsores contam com torque máximo de 16,1 kgfm a 4.750 e 24,5 kgfm a 4.000 rpm, respectivamente. O premiado motor THP (Turbo High Pressure) 16V Flex desembarca na versão Griffe THP AT do modelo. O propulsor turbo que garante, definitivamente, uma nova experiência de condução ao motorista. ele garante arrancadas vigorosas e ultrapassagens tranquilas.

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
O porta-malas acomoda pouco mais de 400 l de bagagem. Crédito da foto: Divulgação

O motor turbo tem 16 válvulas, com duplo comando de válvulas no cabeçote e injeção direta sequencial. O turbo compressor é do tipo Twin-scroll; com bomba eletrônica de alta pressão; cabeçote com 2 eixos de comando de válvulas; bomba de óleo com gestão de vazão e cárter duplo.

Já a caixa de câmbio automática sequencial de 6 marchas (EAT6), que equipa ambas motorizações, traz 4 modos de condução (drive, eco, sport e sequencial), adaptando o veículo às mais diferentes necessidades do proprietário, seja para ter respostas mais esportivas do carro, como quando o modo de direção Sport é acionado, ou ainda, ao reduzir o consumo de combustível em situações de trânsito intenso em até 6,5%, no caso da ativação da função “Eco”.

O novo Peugeot 2008 ainda vem equipado, na versão Griffe THP, com o Grip Control, dispositivo que tem por objetivo auxiliar o motorista na direção ao otimizar a motricidade em diferentes e acidentados terrenos, como neve, areia ou lama.

A suspensão dianteira do utilitário esportivo mantém o conjunto tipo Pseudo McPherson, independente, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos pressurizados à gás e barra estabilizadora. Assim como as traseiras são formadas por travessa deformável, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos pressurizados à gás e barra estabilizadora.

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
Crédito da foto: Divulgação

O acabamento interno não é luxuoso mas honesto, apresenta materiais de qualidade. O conceito inovador do Peugeot i-Cockpit, solução implementada e registrada já há algum tempo pela marca e que revolucionou completamente o conceito de dirigir, tornou-se uma das identidades mais marcantes da montadora em seus modelos. A posição do motorista permite a leitura dos instrumentos do painel por cima do volante de tamanho reduzido. Ele fica completamente integrado ao veículo e com acessos simples a todas as funcionalidades presentes no painel ou no volante do carro.

De série desde a versão de entrada, no console central encontra-se o Peugeot Connect Radio de 7” (a central multimídia da Marca), que para o lançamento do Novo Peugeot 2008 contou com atualização do software, ficando ainda mais rápido. A central possui os sistemas Google Android Auto e Apple CarPlay e possibilita o espelhamento do celular. Com essa tecnologia, aplicativos populares de música ou navegação, entre outros, podem ser utilizados com mais facilidade contanto que já estejam instalados no smartphone do usuário. Uma vez que os aparelhos estejam conectados, as chamadas telefônicas também podem ser feitas por comando de voz ao apertar um botão do volante.

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
O utilitário é o modelo mais vendido da Peugeot neste ano. Crédito da foto: Divulgação

O carro tem um bom entre-eixos (de 2,54 m) o que oferece conforto para quatro adultos. O porta-malas acomoda 402 litros de bagagem e os bancos são escamoteáveis.

A versão de entrada é a Allure 1.6 AT que vem bem equipada. A diferença entre os modelos superiores é a roda de 16 polegadas em aço e coberta por calotas. Essa versão custa R$ 69.990 e foi criada para atender o público PCD. A versão imediatamente superior é a Allure Pack que traz mais alguns equipamentos e rodas de liga-leve e custa R$ 79.990. A versão Griffe AT, que traz entre os equipamentos de série teto de vidro panorâmico sai por R$ 89.990 e a topo de gama Griffe THP que traz o motor turbo e Grip Control que custa R$ 99.990.

Programa quer atrair consumidor

Peugeot 2008 ganha novo visual e política de preços agressiva
O 2008 com motor THP e câmbio automático de seis marchas chega no segundo semestre. Crédito da foto: Divulgação

O Grupo PSA – Peugeot Citroën precisa urgentemente aumentar suas vendas no Brasil. A Peugeot, uma das marcas do grupo, vem renovando seus modelos com lançamentos importantes, como os SUVs 3008 e 5008 e agora o 2008 renovado. Apesar da reconhecida qualidade desses modelos e do hatch 208, eles patinam nas vendas. No ano passado, o SUV 2008, o menor deles, vendeu apenas 9.745 unidades e o 208, modelo que deveria ser o carro de volume, não passou de 7.092. Este ano a situação não melhorou muito, foram emplacadas 2.656 unidades do 2008 nos quatro primeiros meses do ano, o que o coloca no distante 47º carro mais vendido. O problema, detectado pelo grupo, tem a ver com a fama de desvalorização dos modelos e pós-vendas problemático. Para isso foi criado um programa especial, o Peugeot Total Care que prevê uma série de vantagens para atrair o consumidor e que é motivo de campanha publicitária de nível nacional. (Adalberto Vieira, com informações do fabricante)

Comentários