Motor

O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda!

A terceira geração do Fiat 500 chega ao Brasil no final do ano com autonomia de 320 km
O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda
A segunda geração do Fiat 500 serviu de inspiração para o 500-E, o primeiro carro elétrico da Fiat. Crédito da foto: Divulgação

O Cinquecento é certamente o carro mais icônico da Fiat. A primeira geração que surgiu no final dos anos 1950 e trazia o tamanho reduzido e versatilidade como herança do pós-guerra. A segunda geração, lançada em 2007, uma releitura do carrinho original, trouxe ao mundo automobilístico um conceito charmoso de carro urbano e tornou-se uma referência em moda e design italiano. Em 2020, a marca italiana prepara o lançamento do Novo 500, o primeiro carro totalmente elétrico da Fiat Chrysler Automóveis, uma evolução e tanto dos veículos com zero emissões.

Ao projetar o primeiro modelo 100% elétrico da marca, os engenheiros da Fiat se preocuparam principalmente com a autonomia e o tempo de recarga das baterias, duas questões essenciais em modelos elétricos. O carro tem baterias de íons de lítio com capacidade de 42 kWh oferecem autonomia de até 320 km no ciclo WLTP. Além disso, o Novo Fiat 500 é equipado com um sistema de carregamento rápido.

Leia mais  Conceito italiano S-Design chega ao Brasil com a picape Fiat Toro 2020

 

São necessários apenas cinco minutos para uma reserva de energia suficiente para percorrer 50 km, o que é mais do que necessário para o uso diário médio. Em apenas 35 minutos, a bateria está carregada em 80%. Também há a possibilidade de carregar o automóvel em casa usando uma tomada normal.

É uma solução simples e acessível que pode ser gerenciada facilmente via Bluetooth, permitindo que o motorista estabilize sua carga de energia em casa com até 3 kW de energia. O modelo também vem com um cabo Modo 3 para carregar diretamente em postos na rede pública.

Modos de condução

O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda
Faróis e lanternas em LED dão um charme extra carrinho. Crédito da foto: Divulgação

O Novo Fiat 500 possui três modos de condução: Normal, Range e Sherpa, que podem ser selecionados para combinar com o estilo de condução de cada motorista. O modo Sherpa otimiza os recursos disponíveis para reduzir ao mínimo o consumo de combustível.

O modo Normal é o mais próximo possível da condução de um veículo com um motor convencional a combustão, enquanto o modo Range ativa a função na qual é possível dirigir o veículo praticamente só com o pedal do acelerador.

De fato, liberá-lo causa uma desaceleração muito maior do que em um motor de combustão normal, quase como se fosse pressionado o pedal do freio, que deve ser usado para parar completamente o carro. Com o uso diário e um pouco de familiaridade com o sistema, é possível dirigir usando apenas o pedal do acelerador.

Leia mais  Fiat Argo ganha versão Trekking com motor 1.8l e câmbio automático

 

O motor tem uma potência de 87 kW (118 cv), proporcionando uma velocidade máxima de 150 km/h (limitada) e aceleração de 0 a 100 km/h em 9 s e 0 a 50 km/h em 3,1 s.

Direção autônoma

O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda
O interior tem desenho elegante e limpo, com soluções inovadoras. Crédito da foto: Divulgação

O Novo Fiat 500 é o primeiro carro do seu segmento a oferecer direção autônoma de nível 2, trazendo todos os benefícios associados à mobilidade urbana. Tecnologia de monitoramento de câmera frontal para controlar todas as áreas do carro, longitudinal e lateralmente.

O sistema inteligente de controle de cruzeiro adaptativo (iACC) freia ou acelera em resposta a qualquer obstáculo: carros, ciclistas, pedestres. A centralização da faixa mantém o veículo no centro da via quando as marcações são identificadas corretamente.

O Intelligent Speed Assist lê os limites de velocidade e recomenda sua aplicação, enquanto o Urban Blind Spot tem sensores ultrassônicos para monitorar os pontos cegos e avisar sobre qualquer obstáculo com uma luz de aviso triangular no espelho retrovisor.

Além disso, há o Attention Assist, que fornece avisos no visor, recomendando que o motorista pare e faça uma pausa quando estiver cansado. Finalmente, os sensores de 360º fornecem uma visão integral do modelo para evitar obstáculos ao estacionar ou executar manobras.

Leia mais  Fiat Centoventi, um elétrico que pode ser configurado pelo dono

 

O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda
O logotipo do modelo se destaca na parte traseira do carro. Crédito da foto: Divulgação

O modelo disponibiliza integração perfeita com smartphone, oferecendo uma tela sensível ao toque de 10,25” de alta definição, com um formato horizontal que se encaixa perfeitamente no painel do carro. O UConnect 5 combinado ao módulo Telematic Box, bem como a função de chamada de emergência obrigatória, oferece aos clientes vários serviços inovadores de conectividade.

Estilo e design

O estilo do Novo 500 reúne referências das duas gerações anteriores, um carro icônico com as mesmas proporções estilísticas e design, clássico, enraizado em 63 anos de história. Durante a concepção do design, o Fiat Style Center trabalhou com linhas limpas e uma linguagem consistente para definir a aparência da terceira geração: nítida, avançada e compacta, embora mais sinuosa e elegante, moldada em torno de uma abordagem mais proporcional do chassi.

O Fiat Cinquecento está de volta. Com a carga toda
O perfil elegante do Novo 500 combina com o desenho das rodas. Crédito da foto: Divulgação

Outro requisito era dar imediatamente ao novo modelo um logotipo especial 500, que aparece pela primeira vez no centro do emblema da frente, no lugar do logotipo da Fiat. A frente é vertical e foi inspirada na versão de 1957. Os faróis um pouco mais elípticos e ainda icônicos são tecnológicos e modernos.

O interior é elegante, com simplicidade formal. Isso é exemplificado pelo painel amplo e delgado e pelas soluções de armazenamento modular entre os dois bancos dianteiros, onde o câmbio estava originalmente localizado, melhorando o conforto.

Leia mais  Fiat comemora 40 anos do primeiro carro movido a etanol produzido em série

 

O resultado é um ambiente bem pensado e mais limpo, com menos botões e linhas nítidas e harmoniosas relacionadas à sustentabilidade. O novo modelo estreia na versão conversível: o primeiro quatro lugares ao ar livre com emissão zero. (Da Redação, com informações do fabricante)

Comentários