fbpx
Motor

Mercedes-Benz testa o Actros elétrico na Europa

Os veículos têm passado por testes práticos em operações reais de transporte desde setembro de 2018
Mercedes-Benz testa o Actros elétrico na Europa
O início da produção em série desse caminhão pesado elétrico está previsto para 2021. Crédito da foto: Divulgação

O uso de eletricidade em automóveis ganha cada vez mais espaço na indústria internacional, prova disso são os últimos salões dos automóveis onde predominam modelos elétricos 100% ou híbridos.

Leia mais  Fenatran comemora o reaquecimento do segmento de caminhões

 

Na última Fenatran, realizada em São Paulo, também foi possível perceber um movimento nessa direção e a Volkswagen Caminhões apresentou seu protótipo de caminhão leve movido a eletricidade. Mas há um movimento mundial para eletrificação de veículos pesados.

A Mercedes-Benz vem desenvolvendo há algum tempo testes com o eActros, caminhão pesado elétrico da marca, e vem obtendo sucesso com os clientes da marca. O Actros, com motor convencional, é um dos líderes do segmento de extrapesados do mercado brasileiro.

Em setembro de 2018, a Mercedes-Benz Trucks forneceu dez caminhões eActros de 18 e de 25 toneladas a empresas da Alemanha e da Suíça para testes em operações reais de transporte e distribuição. A avaliação dos clientes, bem como a troca de informações com motoristas, transportadores e gestores de frota, permitiram que os especialistas da Mercedes-Benz Trucks chegassem a diversas conclusões, que servem de referência para a produção em série do eActros, que deverá começar em 2021.

Acima de tudo, os depoimentos dos clientes e os resultados dos testes demonstram que o caminhão pesado elétrico eActros torna possível o serviço de distribuição de curtas distâncias com zero emissões e operação totalmente silenciosa.

Num evento em cliente de Wörth, na Alemanha, a Mercedes-Benz Trucks apresentou um relatório de progresso da ‘Frota de Inovação‘. Num próximo passo, outros dez clientes levarão um eActros para mais testes por cerca de um ano.

Conclusões

Uma das importantes conclusões dos testes práticos é que a autonomia de até 200 quilômetros do eActros é um número realista. Em termos de disponibilidade e desempenho, o eActros não é de maneira alguma inferior ao caminhão convencional com motor diesel.

Os motoristas ficaram muito impressionados pelo torque continuamente disponível em todas as faixas de velocidade. Além disso, se o motorista adota um estilo de condução que se antecipa aos eventos bruscos de frenagem e aceleração, a energia elétrica pode ser recuperada por meio da frenagem dos motores elétricos. Isso diminui a necessidade de uso do pedal do freio de serviço.

Mercedes-Benz testa o Actros elétrico na Europa
Dez caminhões eActros foram testados por clientes da marca na Alemanha e Suíça. Crédito da foto: Divulgação

Todos os clientes da ‘Frota de Inovação‘ usam o eActros para tarefas que podem ser executadas por veículos convencionais a diesel, mas em setores e categorias completamente diferentes.

O espectro vai desde gêneros alimentícios até material de construção e matérias primas. Essa variedade de requisitos implica em equipar os veículos com inúmeros tipos de carroçarias, como baú, frigorífico e cargas a granel, entre várias outras.

O caminhão tem dois motores elétricos próximos aos cubos das rodas do eixo traseiro oferecem a força propulsora, cada um disponibilizando uma potência de 126 kW e torque máximo de 485 Nm. Além disso, a relação de transmissão utilizada leva os valores de propulsão a até 11.000 Nm em cada roda.

Assim, a força de propulsão se equivale à de um caminhão convencional. Baterias de lítio-íon com capacidade de 240 kWh dão ao eActros a energia necessária. Dependendo da potência disponível para se realizar a carga, as baterias podem ficar 100% carregadas dentro de duas horas (a 150 kW). (Da Redação)

Comentários