Motor

Ford enxuga catálogo do New Fiesta

Saem de linha a carroceria sedã, o modelo com motor 1.0 turbo e a versão 1.6l com câmbio automatizado
Versão 1.0 EcoBoost (turbo) também deixa a linha de produção. Foto: Divulgação

A Ford enxugou a linha Fiesta no Brasil. A marca deixa de oferecer aos consumidores as versões com motor 1.0 EcoBoost (turbo) e a versão 1.6 com câmbio automatizado de dupla embreagem PowerShift. O New Fiesta sedã, de vendas modestíssimas e importado do México, também não está mais disponível. Até o ano passado estavam disponíveis sete versões do New Fiesta hatch e agora são somente três: SE, SE Style e SEL, todas com motorização 1.6 e câmbio manual. Os preços das novas versões são R$ 52.690, R$ 56.590 e R$ 58.090, respectivamente. Todas as versões trazem o motor 1.6 l de quatro cilindros que rende 128 cv de potência e câmbio manual de cinco velocidades.

Não é surpresa a retirada do catálogo da montadora da versão sedã. O carro praticamente não vendeu nos últimos anos. contribuiam para isso o preço – era a versão mais cara do Fiesta — e era importado. Na verdade, nem o Fiesta tem bom desempenho comercial. Durante todo o ano passado foram vendidas somente 14.505 unidades o que o colocou em 42º lugar entre os 50 mais vendidos, de acordo com tabela da Fenabrave, entidade que reúne os concessionários. A versão sedã vendeu apenas 1.564 unidades durante todo o ano. A caixa automatizada Powereshift, que também deixa de ser oferecida, também deu muitos problemas para a Ford. Tanto que o EcoSport e o Ka, que foram remodelados, deixaram de usar a caixa e passaram a usar um câmbio automático convencional de seis velocidades.

Leia mais  Liberdade no ar
O New Fiesta sedã deixa de ser importado no México. Em 2018 foram vendidas apenas 1.564 unidades. Foto: Divulgação

Fogo amigo

Atribui-se a queda das vendas da linha Fiesta ao aprimoramento do Ka, que passou por uma repaginação há pouco tempo, ganhou o eficiente motor 1.5 de três cilindros como uma das opções de motorização e câmbio automático de seis velocidades. Reforços na estrutura do carro, um dos pontos críticos do modelo, também o deixaram mais seguro.

O Ford Ka caiu nas graças do consumidor. Durante o ano passado foi o terceiro modelo mais vendido do país com 103.286 unidades na versão hatch, ficando atrás somente do líder Chevrolet Onix e do Hyundai HB20. O Ka sedã também se saiu bem. Ao todo foram quase 40 mil unidades vendidas em 2018.

O New Fiesta passa a ser vendido apenas com motor 1.6l e câmbio manual. Foto: Divulgação

O mau desempenho do Fiesta coloca a Ford em uma situação delicada. É o único automóvel produzido na planta de São Bernardo do Campo, de onde saem também os caminhões da marca. Ocorre que não há fábrica que seja lucrativa fabricando menos de 15 mil unidades por ano, o que tem causado reações do Sindicato dos Metalúrgicos que pede a produção de outros modelos na unidade.

Comentários