Motor

Ford apresenta o SUV Territory

Modelo será inicialmente importado da China. Se houver boa aceitação, poderá ser fabricado na Argentina
Ford apresenta o Territory, SUV que inicialmente será importado da China
Lyle Watters e Gabriel Lopez, da Ford Argentina. Crédito da foto: Divulgação

 

A Ford confirmou o lançamento em 2020 nos mercados do Brasil e Argentina do utilitário esportivo Territory, fabricado na China. O anúncio foi feito por Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, na semana passada, em São Paulo. A apresentação aconteceu durante evento com a participação de jornalistas dos dois países.

O Territory estava presente no estande da marca no Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado. Ele é uma peça importante no processo de transformação do portfólio da marca, mais focado em picapes e utilitários esportivos. Watters falou sobre as perspectivas de crescimento da região, além de apresentar balanço das ações da marca no primeiro semestre.

A presença do Territory no Salão do Automóvel foi estratégica e serviu como teste de mercado. Desde então vinha sendo apontado como forte candidato à ampliação da linha no Brasil. A reação positiva que o modelo recebeu tanto por parte do público como da rede de concessionárias foi determinante nessa decisão. De acordo com Watters, a resposta dos consumidores ao modelo foi excelente. Principalmente os aspectos de design externo e interno, espaço e tecnologia receberam sinais positivos. “É uma satisfação confirmar agora que ele será lançado no Brasil e na Argentina em 2020”, comentou o executivo.

Ford apresenta o Territory, SUV que inicialmente será importado da China
O Territory será o primeiro modelo chinês a chegar ao Brasil importado por uma grande montadora. Crédito da foto: Divulgação

 

Combinação de experiências

De acordo com o presidente da Ford América do Sul, o Territory é uma combinação perfeita da experiência global da Ford. Acima de tudo, alia engenharia, qualidade e manufatura com a competitividade de custos da China para entregar um produto vencedor. Por fim, o SUV seria um exemplo da rápida transformação da Ford em uma empresa realmente centrada no consumidor.

Sobretudo, a Ford se mostra mais conectada e focada em qualidade e serviços, “com produtos empolgantes que vão surpreender e encantar os clientes.” O executivo informou ainda que a primeira exibição pública do Territory será feita no Rock in Rio. O festival que tem a Ford como patrocinadora oficial acontece no mês que vem.

Nova geração

Ford apresenta o Territory, SUV que inicialmente será importado da China
O Territory inicialmente será produzido na China. Crédito da foto: Divulgação

 

O Territory foi desenvolvido pela Ford na China em parceria com a JMC. Dessa maneira, faz parte de uma nova geração de veículos com conceito avançado e tecnologias encontradas apenas em segmentos superiores.

Leia mais  Ford Edge retorna ao país na versão mais apimentada

 

Ademais, conectividade é um dos pontos fortes do SUV Territory. Além de carregamento sem fio para celular e central multimídia, tem painel de instrumentos com telas de 10 polegadas. Igualmente inovador é o sistema de comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass. Em suma, ele permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente. Esse recurso também poderá viabilizar a oferta de novos serviços, como seguros baseados no uso do cliente.

Além de oferecer o maior espaço da categoria para os passageiros de trás, o Territory traz equipamentos como câmera de visão 360 graus. Suas tecnologias de assistência ao motorista incluem piloto automático adaptativo, estacionamento automático, alerta de permanência em faixa e monitoramento de ponto cego.

Ford apresenta o Territory, SUV que inicialmente será importado da China
O carro traz muita tecnologia e acabamento caprichado. Crédito da foto: Divulgação

 

Como exemplos da expansão e transformação do modelo de negócios da Ford com o uso de novas tecnologias, foram citados também o aplicativo gratuito FordPass e o Auto Busca. Conforme a montadora, Auto Busca é uma plataforma revolucionária de compra de peças para os reparadores independentes. Sem dúvida, a tecnologia é recente e está em fase de lançamento no mercado brasileiro.

Concorrente do Jeep Compass

Por outro lado, o Territory, pelas suas dimensões, terá como concorrente direto o Jeep Compass, que é um dos SUVs mais vendidos do país. No entanto, a Ford não deu informações sobre a motorização que o modelo vai utilizar, nem preços, o que deverá acontecer em setembro.

Contudo, a Ford admite que se o modelo tiver boa aceitação nos dois mercados, poderá ser fabricado na fábrica de General Pacheco. Na unidade, que fica na Grande Buenos Aires, era produzido o Ford Focus, cuja linha foi desativada. É nessa mesma planta que são produzidas as picapes Ranger.

A importação por uma montadora do porte e conceito da Ford de um veículo fabricado na China quebra um paradigma. Inegavelmente, isso dará mais prestígio aos modelos chineses já vendidos no Brasil.

Otimismo com o mercado

Ford apresenta o Territory, SUV que inicialmente será importado da China
O Territory tem bom acamamento com bancos e painéis revestidos em couro de cor clara. Crédito da foto: Divulgação

 

Lyle Watters tem uma visão otimista com relação às perspectivas de crescimento econômico do Brasil e da Argentina, os dois maiores mercados da região. O acordo entre o Mercosul e a União Europeia foi destacado como um dos fatores que contribuem para essa percepção. Além disso, o presidente da Ford América do Sul citou ainda a aprovação da reforma da Previdência e os esforços do governo e do Congresso em direção ao realismo fiscal como pontos favoráveis dessa evolução. “Na minha visão, estes são os combustíveis para um crescimento sustentável da economia”, afirmou.

Conheça mais detalhes do Ford Territory no site da montadora . (Adalberto Vieira)

Comentários