Motor

A nova invasão de SUVs no Brasil

De tendência a realidade, utilitários assumem 2º lugar em vendas e preparam lançamentos
A nova invasão de SUVs no Brasil
Maior e mais refinado do que o T-Cross, o Taos é menor do que o Tiguan Allspace e maior do que o Compass. Um dos trunfos será o porta-malas para quase 500 litros. Crédito da foto: Divulgação

O que era uma tendência que vinha se acentuando nos últimos anos se tornou, enfim, realidade.

Neste ano de 2021, os SUVs — sigla que vem do inglês e significa Sport Utility Vehicle, ou “veículo utilitário esportivo”, em português — já aparecem em segundo lugar nas vendas do mercado brasileiro, muito à frente dos sedãs compactos, e atrás apenas dos hatches.

Segundo os últimos dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), entidade que representa o setor e as concessionárias no País, os utilitários somam 36,5% dos emplacamentos, ante 40,9% dos hatches e 16% dos sedãs.

Isso explica por que os principais lançamentos de 2021 serão SUVs — vários deles inclusive são inéditos em nosso mercado.

A onda de novos utilitários terá início já no mês de abril, com a chegada do Caoa Chery Tiggo 3X, uma versão atualizada do atual Tiggo 2, porém com design diferente, um novo motor 1.0 turbo e câmbio automático CVT.

A nova invasão de SUVs no Brasil
Versão atualizada do atual Tiggo 2, porém com design diferente, um novo motor 1.0 turbo e câmbio automático, o Caoa Chery Tiggo 3X deve chegar já no mês de abril. Crédito da foto: Divulgação

O primeiro semestre terá também a chegada, em maio, do Ford Bronco, segundo produto da nova fase da marca norte-americana, agora como importadora. A Ford está reorganizando sua operação brasileira após anunciar, em janeiro, o fim da produção de veículos no País. Sem os antigos carros nacionais (linha Ka e Ecosport), a marca vai apenas importar veículos para cá, e o Bronco Sport será o primeiro modelo da nova safra de utilitários premium da montadora.

Com preço inicial estimado em cerca de R$ 200 mil, o SUV médio virá primeiramente importado do México em três configurações: Black Diamond, Big Bend e Wildtrak. Nos registros feitos no Brasil, o trio utiliza o mesmo motor 2.0 turbo de 248 cv e 38 mkgf de torque, além do câmbio automático de oito marchas. Voltado ao mercado dos off-road, os “fora de estrada”, o Bronco Sport terá tração 4X4.

Outro lançamento importante é o Volkswagen Taos, SUV maior que o T-Cross, que virá importado da Argentina. A montadora alemã anunciou este que será seu rival para o Jeep Compass em setembro de 2020 e, desde então, vem promovendo várias ações com o SUV, que chegará às lojas entre maio e junho, com preço inicial próximo de R$ 140 mil, tal como o recém-lançado Toyota Corolla Cross.

A nova invasão de SUVs no Brasil
Ford Bronco: com preço inicial de cerca de R$ 200 mil, o SUV médio virá importado do México em três configurações: Black Diamond, Big Bend e Wildtrak. Crédito da foto: Divulgação

Maior e mais refinado que o T-Cross, o Taos é menor do que o Tiguan Allspace e um pouco mais comprido que o Compass. Um dos seus trunfos será o porta-malas, com capacidade para quase 500 litros. A mecânica terá o conhecido motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 mkgf de torque, e o câmbio automático de seis marchas. A tração será dianteira e o Taos vai apostar alto em tecnologias embarcadas.

Inédito e de luxo, surge o Caoa Exeed LX, que promete entrar forte no segmento. A Caoa vai lançar a marca Exeed no mercado brasileiro no fim deste ano. Trata-se da divisão de luxo da Chery na China. A montadora pretende inclusive fabricar um modelo da Exeed na unidade de Anápolis, em Goiás. E o mais cotado é o SUV LX, que utiliza a mesma plataforma dos modelos Tiggos 5X e 7, atualmente montados na fábrica localizada no interior goiano.

A despeito do parentesco direto, o Caoa Exeed LX vai se diferenciar bem dos modelos da Chery. O design exterior é mais sofisticado, enquanto que a cabine tem padrão de acabamento comparável ao de marcas premium. Já a mecânica terá o conjunto do Tiggo 8, com motor 1.6 turbo de injeção direta, 187 cv e 28 mkgf, e câmbio de dupla embreagem e sete marchas.

Além deles, no fim de abril, a Fiat vai revelar o inédito SUV do hatch Argo, chamado ainda de Progetto 363. O primeiro utilitário da marca italiana está previsto para chegar às lojas no início do segundo semestre.

Para encerrar, no final do ano, ainda está prevista a estreia do inédito SUV de 7 lugares da Jeep.

Comentários