SOROCABA E REGIÃO

Idosa é presa na Castelo com remédio ilegal


Uma coreana de 73 anos foi flagrada por policiais rodoviários, na tarde de terça-feira (12), transportando 12 mil comprimidos de remédio para reumatismo, cujo uso não é permitido no Brasil por conta dos efeitos colaterais. O flagrante aconteceu no município de Itu, durante operação de combate ao narcotráfico que faz blitz em ônibus vindos de Estados fronteiriços. Para evitar ser conduzida à Polícia Federal, a idosa tentou subornar o policial rodoviário encarregado da equipe.

Por volta das 13h, em meio à abordagem a um ônibus da linha Foz de Iguaçu a São Paulo, policiais rodoviários perceberam que a passageira se mostrou muito nervosa. Ao vistoriar suas bagagens no porta-malas, localizaram cinco volumes entre caixas e bolsas, descobrindo centenas de cartelas do medicamento Rheumazin Forte, destinado ao tratamento de reumatismo e que tem sua importação proibida no território nacional devido aos seus efeitos colaterais graves. Os remédios estavam dentro de sacas de arroz.

No trajeto para a Polícia Federal, a mulher ofertou U$$ 200 ao encarregado da equipe, para não ser levada à delegacia. A idosa foi presa por crime contra a saúde pública e corrupção ativa.