CULTURA

Desfile das escolas de samba teve caráter competitivo


O desfile das escolas de samba de Sorocaba foi realizado nesta terça-feira (13) no sambódromo instalado na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes. De última hora, a Prefeitura anunciou que o caráter é competitivo e o resultado sairá na quinta (15). A alegria das escolas contagiou o público presente, que reclamou apenas do atraso.

Com início às 19h55, um atraso de 55 minutos, o evento contou com a apresentação da Banda Marcial de Votorantim. Na sequência, a bateria da escola Terceiro Centenário conduziu a Corte do Carnaval, formada por Carlos Fernando Motta (Rei Momo), Fabíola Serra (Rainha), Patrícia Soares (Princesa), Tatiane Aparecida Rodrigues Leme (Cidadã do Samba) e Nelson José Franco (Cidadão do Samba).

Blocos de rua tradicionais de Sorocaba, como o Boca a Boca e o Depois a Gente Se Vira participaram da abertura. Acompanhado da primeira dama, Lílian Crespo, e de secretários municipais, o prefeito José Crespo (DEM) entregou a chave da cidade ao Rei Momo.

Como o desfile demorou para começar, teve vaias do público, mas a alegria dos integrantes das escolas contagiou quem foi até o sambódromo. A primeira escola a entrar na passarela do samba foi a Unidos do Cativeiro, às 20h50.

Com 184 integrantes e o samba-enredo "De Quitéria a Kal Manequins, Mulheres Guerreiras", a Unidos do Cativeiro homenageou as mulheres negras. O samba-enredo foi interpretado por WJ e a escola encerrou o desfile sob aplausos do público, que lotou a arquibancada e a parte externa do sambódromo montado na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes.

A escola está perto de completar 29 anos, com aniversário em 13 de maio. A agremiação nasceu no Jardim São Marcos, mas hoje tem sede na Vila Carvalho.

Na sequência, entrou a Furiosa Real, da zona leste da cidade. A escola, que tem seis anos e foi fundada na Vila Hortência, desfilou com cerca de 200 integrantes e levou para a passarela o samba-enredo "O folião que na folia esbanja alegria, vem com alegria se jogar nessa folia."

A agremiação homenageou o folião e suas alegrias no primeiro carro alegórico. Já o segundo homenageou a alegria do povo baiano. Assim que a escola encerrou seu desfile, começou a chover, dispersando parte do público no local.

As apresentações seguiram com as escolas Mocidade Independente e Gaviões da Fiel. Até o fechamento desta reportagem, o evento ainda não tinha terminado. Confira mais detalhes sobre os desfiles na edição de amanhã, no Mais Cruzeiro, ou no site do jornal, que fez a transmissão em tempo real. Além das reportagens, a cobertura foi feita em vídeo e postada na página do Cruzeiro do Sul no Facebook.

Premiação

A Prefeitura de Sorocaba anunciou de última hora que as escolas que participaram ontem seriam avaliadas. A apuração das notas referente ao desfile será amanhã, às 16h, na Casa do Turista (avenida Afonso Vergueiro, 310, Centro).

As escolas foram avaliadas em nove quesitos e devem receber os seguintes valores: R$ 2.500, R$ 1.200, R$ 1.000 e R$ 600.

Dois representantes de cada agremiação são convidados para conferirem o resultado, assim como a imprensa em geral.

Cinco escolas passaram pelo sambódromo, mas apenas quatro estão na disputa pelo título: Furiosa Real, Gaviões da Fiel, Mocidade Independente e Unidos do Cativeiro. A Terceiro Centenário, que retornou à avenida depois de 22 anos, não desfilou, apenas conduziu a Corte do Carnaval ao som de sua bateria.