AGENDA

Agenda



CineCafé - Sexualidade e identidade de gênero é o tema de mostra que ocorre até o final deste mês no projeto Cinecafé, do Sesc. As exibições dos filmes são gratuitas e acontecem toda terça-feira às 19h no teatro da unidade. Hoje, o filme exibido é "Milk -- A voz da igualdade" (direção: Gus Van Saint, EUA, 2008. 128 min.). O longa é uma cinebiografia de Harvey Milk, o primeiro gay assumido a alcançar um cargo público importante nos Estados Unidos. Assassinado cruelmente, Milk militou pela causa gay e conseguiu grandes avanços na conquista de direitos em plena década de 1970. A classificação indicativa é 16 anos. A exibição que encerra a mostra é "Meu corpo é político" (direção: Alice Riff, Brasil, 2017,72 min.), no dia 30. Após cada sessão, acontece o Cinema em Reflexão, quando o cineasta Marcelo Domingues discute com o público os aspectos técnicos e teóricos dos filmes apresentados. O Sesc fica na rua Barão de Piratininga, 555.

Seleção do Sesi -
Grupos e companhias que desejam produzir um espetáculo inédito podem se inscrever em edital do Sesi-SP, que visa estimular a produção cênica regional do interior, litoral e grande São Paulo. O edital Sesi viagem teatral -- montagens inéditas está com inscrições abertas até 2 de março. Podem se inscrever projetos de espetáculos de teatro, dança, teatro performativo e teatro de bonecos e formas animadas produzidos por companhias paulistas, mas com residência fora da capital. As propostas devem ser encaminhadas pela plataforma digital disponível em http://captacaoprojetosculturais.sesisp.org.br. O edital está disponível em www.sesisp.org.br/cultura/editais.html. Os projetos selecionados vão estrear em um dos teatros do Sesi-SP, compondo a programação cultural de 2018.

Memória e artes manuais - A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, realiza no dia 6 de fevereiro (terça-feira), das 13h às 17h, o encontro "Artes manuais: memórias e histórias", mediado pela professora Dra. Adélia Nicolete, escritora, memorialista e condutora de ateliês de memórias e escrita criativa. O evento é gratuito e ocorrerá na Biblioteca Infantil. O objetivo da atividade é compartilhar recordações em torno das artes manuais afetivas e suas memórias. Para isso, os participantes podem levar algum trabalho de artes manuais que tenham guardado pelo seu grande valor afetivo, seja por quem as fez, uma ocasião especial em que foi usada ou a memória de um tempo vivido, como uma peça bordada, uma colcha de retalhos, um tricô, um crochê, uma boneca de pano, entre outros. Adélia Nicolete é autora, entre outros títulos, de três volumes da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado, dedicados ao dramaturgo Luís Alberto de Abreu, ao ator Umberto Magnani e à atriz Sônia Guedes. Organizou com Nina Veiga o livro "Artes-Manuais: narrativas e memórias afetivas". O evento tem caráter beneficente em prol do Lar São Vicente de Paulo. Os participantes que desejarem podem levar café em pó, açúcar cristal e lata de óleo. Estão sendo oferecidas 20 vagas. As inscrições, disponíveis até o fechamento desta edição, devem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na própria Biblioteca Infantil Municipal (rua da Penha, 673). Mais informações: (15) 3231-5723.

Marchinhas de Carnaval -
A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, recebe as inscrições para o 1º Festival de Marchinhas de Carnaval até amanhã. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail marchinhassecultur@gmail.com. O primeiro colocado receberá R$ 1.200, o segundo colocado, R$ 600, e o terceiro, R$ 300. Podem participar pessoas com idade acima de 18 anos, residentes ou não no município de Sorocaba. Serão aceitas somente inscrições de músicas no estilo "Marchinha de Carnaval", com temática livre, inédita e original. Cada participante poderá inscrever apenas uma composição. As apresentações ocorrerão neste sábado (27), às 20h, na Praça Coronel Fernando Prestes. Os ensaios ocorrerão no mesmo dia e local, das 13h às 18h, obedecendo ordem estabelecida em sorteio e terão um período máximo de 30 minutos. As composições serão julgadas por um júri formado por três pessoas, entre músicos, produtores culturais e pessoas ligadas à arte e à cultura em geral. Para avaliação e pontuação das músicas serão considerados os quesitos melodia, letra, interpretação e originalidade. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3211-0143 ou conferidas no regulamento, que foi publicado no Jornal do Município do dia 16 de janeiro.