SOROCABA E REGIÃO

Entrega de correspondência atrasa e gera reclamações em Sorocaba


Moradores de Sorocaba reclamam de atrasos na entrega de correspondências pelos Correios em alguns bairros de Sorocaba. As reclamações feitas ao Cruzeiro do Sul vieram de pessoas que moram no Centro, e nas zonas norte, oeste e leste. Questionada, a assessoria de imprensa dos Correios confirmou a situação por meio de nota, e disse que a previsão é que a situação seja normalizada até fevereiro. Já o Procon da cidade orienta que, no caso das contas e boletos a pagar, os consumidores devem se antecipar e solicitar às empresas outra forma de pagamento, como segunda via, código de barras pela internet ou por mensagem de celular ou outra alternativa.

É o que tem feito a moradora Edna Potenza, 62 anos, do Jardim Morumbi, na zona leste de Sorocaba, que afirma estar recebendo correspondências entregues pelos Correios com atrasos desde o mês passado. Ela conta que principalmente no caso das contas tem entrado em contato com as empresas e pedido segunda via para não gastar com multas e juros. "Quando eu vejo que está chegando a data de vencimento de algumas contas e as faturas ainda não vieram pelos Correios, ligo nas empresas e peço segunda via, ou pego pela internet e pago com o código de barras no caixa eletrônico. Alguns dias depois as contas chegam, mas todas já vencidas. Então, é melhor você correr atrás e ter esse trabalho do que pagar juros e multas", reclama.

A aposentada Maria Lúcia Proença, 67 anos, mora no Alto da Boa Vista e também tem recebido correspondências com atrasos. "Ontem (terça-feira) mesmo chegou a carta do boleto de pagamento mensal da minha assinatura de TV a cabo, porém ela vence todo dia 10, ou seja, o boleto chegou com seis dias de atraso. Mas, como eu tenho o costume de deixar minhas contas mensais em débito automático no banco, o atraso não me prejudica. Quem não coloca as contas no débito automático e o boleto é entregue pelos Correios está sujeito a isso e tem que escolher: paga juros e multa ou pega segunda via pela internet antes do vencimento", disse Maria.

Um morador do Jardim Simus, que não quis se identificar, disse que recebeu recentemente uma correspondência de um boleto de multa, que veio pelos Correios, mas com mais de 15 dias de atraso. "No caso de multas a gente tem prazo para recorrer e entrar com a defesa, mas por conta do atraso eu perdi o prazo", reclama. Ele disse ainda que foi até a agência central dos Correios para reclamar, mas não teve nenhum retorno. "Não deram nenhuma justificativa ou atenção para o meu caso. O único jeito é recorrer à Justiça", lamenta.

Segundo os Correios, os atrasos em Sorocaba ocorrem devido à sobrecarga de objetos postais no centralizador dos Correios, onde a carga postal é tratada antes de ser encaminhada para os Centros de Distribuição Domiciliária das cidades. "A previsão é que a situação seja normalizada até fevereiro. Para isso, os Correios estão realizando ações no centralizador como a utilização de trabalhadores temporários, apoio de empregados de outras unidades, mutirões e serviço extraordinário", disse o órgão.

Reclamações aos Correios podem ser feitas pelo 0800 725 0100 ou pelo Fale com os Correios, no site: http://www.correios.com.br.