SOROCABA E REGIÃO

Cidades investigam 2 mortes com possível relação com febre amarela


Piedade e Ibiúna, duas cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), estão investigando a morte de dois moradores que podem ter relação com a febre amarela e até mesmo com a vacina. Em Piedade, a Prefeitura divulgou que investiga a morte de um homem por suspeita de três tipos de doença: febre amarela, dengue e leptospirose, cujos sintomas são semelhantes. Já em Ibiúna é investigada a morte de uma idosa por suspeita de febre amarela ou por reação após tomar a vacina. As secretarias de saúde dos dois municípios aguardam o resultado de exames solicitados para confirmar ou não as mortes pela doença. Nas duas cidades, a vacinação contra a febre amarela continua ocorrendo nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

De acordo com a Prefeitura de Piedade, o homem de 27 anos -- que morava no centro da cidade -- foi atendido na Santa Casa do município no domingo e no mesmo dia transferido para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), onde faleceu nesta terça-feira (16). Segundo a Secretaria da Saúde de Piedade, a vítima se queixou de dor articular e fraqueza, além de vômitos, sonolência e inapetência, além de um quadro de artralgia (dor nas juntas) há uma semana. "Por meio da sorologia de sangue serão realizados os exames de febre amarela, dengue e leptospirose. Dependemos do Instituto Adolfo Lutz para informar o resultado dos exames", disse a pasta municipal por meio de nota.

Saiba mais

12/01/2018 - Morte de macaco por febre amarela é confirmada em Votorantim
16/01/2018 - Veja cronograma para vacinação na região do Campolim, em Sorocaba

Piedade já vacinou cerca de 50 mil moradores e a imunização contra a febre amarela continua, já que a meta é vacinar 95% da população. No final da tarde de ontem, a Prefeitura de Piedade informou, em nota, que a partir de hoje a campanha de vacinação ocorrerá somente no Ambulatório Médico e Odontológico (Amomp), a partir das 9h. Afirmou também que a restrição é motivada pela diminuição de doses fornecidas pelo Governo do Estado, que agora é de 300 por dia. Por essa razão, o município entregará senhas aos munícipes que comparecerem ao local.

A cidade teve a confirmação de três macacos mortos por febre amarela no dia 22 de dezembro. A Prefeitura ressalta que, até o momento, não existe a confirmação de morte em humanos pelo contágio da febre amarela em Piedade.

Doença e vacina


Já a Prefeitura de Ibiúna afirma que ainda não foi comunicada pelo Hospital do Servidor Público Estadual, de São Paulo, onde a idosa faleceu, sobre o possível diagnóstico de óbito por efeito adverso à vacina da febre amarela. "De acordo com a Secretaria da Saúde, a notificação é enviada ao Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE), que comunica o município de residência para a investigação. Até o momento, o município não recebeu nenhuma notificação", diz nota. A pasta municipal afirma ainda que aguarda a cópia da declaração de óbito da paciente e cópia do prontuário médico para investigar o motivo do diagnóstico diferente à febre amarela.

No facebook do município, a Prefeitura de Ibiúna informa que a ação de bloqueio contra a doença foi reforçada na terça-feira com a disponibilização da vacina para crianças com mais de 5 anos, adultos e idosos, sendo que serão distribuídas 300 senhas por dia, de segunda a sexta, no Centro Olímpico. As doses também são fornecidas em algumas UBSs da cidade. No início de janeiro a Prefeitura de Ibiúna confirmou a primeira morte de macaco por febre amarela no município. O animal foi encontrado morto no bairro Areia Vermelha e após análises foi confirmado positivo para febre amarela.

Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde, do início de 2017 até o último boletim divulgado pela pasta, na última sexta-feira (12), os casos confirmados da doença em todo o Estado são 40, sendo 21 óbitos. A reportagem questionou ontem o Governo Estadual se irá incluir algum município da região de Sorocaba na ampla campanha de vacinação que começará em 29 de janeiro, mas em nota, recebeu a mesma informação dos últimos dias.

Diz a nota que "a Secretaria de Estado da Saúde esclarece que a região de Sorocaba possui 13 municípios com área de recomendação de vacina, além dos municípios de São Roque, Ibiúna, Mairinque e Piedade que entraram como áreas de intensificação de vacina em 2017. Todas essas cidades já são contempladas com a campanha de vacinação e continuam recebendo a imunização com a vacina plena, que, conforme estudos clínicos, oferece proteção para toda a vida com dose única. A dose fracionada oferece proteção por oito anos."