SOROCABA E REGIÃO

Febre amarela: campanha vacinou 19,7 mil pessoas


A imunização contra a febre amarela ocorreu neste sábado (13) na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Aparecidinha. Cerca de 1,5 mil pessoas foram imunizadas no local até as 11h30. Houve longas filas no local pela manhã. O Dia D de vacinação ocorreu também em outros dois pontos na região. No final da tarde, conforme a Prefeitura, os três locais realizaram um total de 4.126 vacinações. Durante os seis dias de vacinação, iniciada na segunda-feira (8), foram imunizadas 19.720 pessoas. A sexta-feira (12) foi o dia que teve mais doses distribuídas: 4.143.

A fila na UBS de Aparecidinha começava na rua Joaquim Machado e seguia pela Otaviano Felix Pereira. Apesar da espera, Bruno Pereira, morador do bairro Vila Amato, contou que todo o procedimento, incluindo o tempo na fila, foi de cerca de 25 minutos. "Tive que vacinar porque sou da região, mas foi muito rápido. Achei que demoraria mais", afirmou. O técnico em flexografia Gustavo Ribeiro, disse que teve dois motivos para se vacinar neste sábado. "Moro aqui, que é uma área de risco, e trabalho em Votorantim. Então, não dá para ficar sem a vacina."

Os trabalhos foram acompanhados por uma equipe da Guarda Civil Municipal.

Comprovante

A exigência de comprovante de residência ou de trabalho para a vacinação pegou muita gente de surpresa. Alguns saíram revoltados por não conseguirem atendimento. Outros ficaram apenas preocupados, como a dona de casa Vera Lúcia dos Santos, que reside no Éden e não conseguiu a vacinação. Acompanhada dos filhos, Gabriel, de 10 anos e Wallacy, de 5 anos, além do marido, Rafael dos Santos, Vera Lúcia não escondeu a preocupação. "Queremos viajar para Piedade. Acho que sair sem vacinar é muito perigoso", comentou, sem saber se viajaria ou não após a recusa.

A campanha em Aparecidinha começou na última segunda-feira (7). Nos quatro primeiros dias foram imunizadas 11.451 pessoas. O Dia D também conta com dois postos volantes, sendo um na Vila Amato, e outro no residencial Nikkey, que fica na rua Dois, 356. O atendimento vai até as 15h30.

A ação preventiva ocorre por orientação da Secretaria de Estado da Saúde, que preconiza medidas estratégicas de imunização em determinadas regiões de Sorocaba.

Morros e Brigadeiro

A ação preventiva contra a febre amarela continuará. A partir desta segunda-feira (15) a ação será no Bairro dos Morros e na área rural de Brigadeiro Tobias. Desta vez, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) não vacinarão, conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SES). O atendimento será realizado com equipes volantes e visitas casa a casa até sexta-feira (19), das 7h às 16h30.

No caso do Bairro dos Morros, que fica na região da Vila Sabiá, apenas os moradores deste bairro receberão a vacinação, pois se trata de uma área próxima dos corredores ecológicos, que é o caminho provável que o vírus pode percorrer.

Para ser vacinado nos postos volantes, o morador dessa localidade precisará apresentar o documento de identidade com foto e comprovante de residência.

Aos trabalhadores, será exigido documento de identidade com foto e um dos seguintes documentos: carteira de trabalho, holerite, declaração da empresa, crachá da empresa ou outro documento que comprove o vínculo empregatício nessa região.

Para quem for viajar

A partir de segunda-feira (15), a Prefeitura de Sorocaba oferecerá vacinação contra a febre amarela em três UBSs, para quem vai viajar.

UBS Escola
Avenida Pereira Inácio, 500, Vergueiro
Segunda, terça e sexta-feira
A unidade disponibilizará 150 senhas para cada dia, a partir das 7h, por ordem de chegada


UBS Vila Angélica
Rua Major Sila Vilela, 27, na Vila Angélica
Quarta-feira
A unidade disponibilizará 100 senhas para distribuição, a partir das 7h, por ordem de chegada


UBS Simus

Alameda dos Lírios, 327, Jardim Simus
Quinta-feira
A unidade disponibilizará 100 senhas para distribuição, a partir das 7h, por ordem de chegada