EXTERIOR

Mulheres sauditas verão jogo no estádio pela primeira vez


 As mulheres sauditas assistirão pela primeira vez a uma partida de futebol ao vivo do estádio nesta sexta-feira, em Jidá.  O feito é inédito na Arábia Saudita, um reino muçulmano ultraconservador que dá indícios de uma tímida abertura social.

Entre as reformas empreendidas pelo jovem príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, destacam-se a autorização de dirigir para as mulheres a partir de junho e a reabertura dos cinemas do país em março.

Mas, neste país regido estritamente pelos preceitos do islã, as mulheres seguem sendo obrigadas a usar a burca em público e a ter um tutor legal masculino -pai, irmão, marido- para poder viajar ou estudar.

Nesta sexta-feira, contudo, elas poderão sentar pela primeira vez nas arquibancadas do estádio Cidade do Esporte Rei Abdullah, em Jidá, no oeste do país, para assistir a um jogo de futebol.

As espectadoras poderão ir ao estádio sozinhas ou acompanhadas para assistir ao confronto entre o Al Ahli e o Al Batin e ficarão sentadas em um local especialmente reservado para o público feminino.

As mulheres sauditas se mostraram felizes com a nova medida.

"Eu assistia aos jogos pela televisão, enquanto meus irmãos iam ao estádio. Eu ficava triste e me perguntava por que não podia ir? Mas hoje isso mudou, é um dia de prazer e alegria", declarou à AFP a torcedora Nura Bajuryi. (AFP)