ESPORTES

São Bento vê acirrar a luta pela titularidade antes da estreia


A minitemporada do São Bento em Morungaba acirra a disputa no elenco pela titularidade na estreia contra o São Paulo. Até a próxima quarta-feira (17), quando o Azulão recebe o Tricolor às 19h30 no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), o técnico Paulo Roberto Santos terá de desfazer as últimas dúvidas e eleger os 11 ideais para abrir o estadual. O último jogo-treino, no sábado (13), diante do Morungaba, deve colaborar para essa tarefa.
 
"Obviamente que na minha cabeça já há alguma coisa definida, mas estaria mentindo para vocês se dissesse que tenho 100% desse time", comentou o técnico Paulo Roberto Santos. A menos de uma semana da estreia, ele tem jogadores em boa fase brigando pelas mesmas posições em diferentes setores.
 
No gol, Rodrigo Viana vem de uma campanha como o goleiro menos vazado das quatro divisões do Campeonato Brasileiro, enquanto Cléber Alves tem treinado em alto nível e Henal construiu uma história de valor no clube entre 2011 e 2016. Na zaga, João Paulo, Luizão e Douglas Assis têm suado a camisa, mas só há duas vagas.
 
A briga mais quente deve ser no ataque, entre Anderson Cavalo, Elias e Lúcio Flávio. Titular no Campeonato Brasileiro da Série C, Cavalo anotou cinco gols pela equipe, mas não se vê em vantagem por conta disso. "Agora é uma nova história. Todos nós estamos disputando do zero, em condições iguais", pontua. Ele estipula uma meta de balançar a rede pelo menos seis vezes na primeira fase do Paulistão: "A minha meta é de 50% (dos jogos). Mas o São Bento estará bem representado seja qual for a escolha da comissão técnica."
 
Enquanto Cavalo parte para a terceira temporada defendendo o São Bento, o "concorrente" Lúcio Flávio está ansioso pela estreia com a camisa do Azulão. "Estou me dedicando ao máximo para, quem sabe, começar jogando. E quero tentar fazer gol em todo jogo", promete. Exaltando os companheiros, ele descreve a disputa pela camisa 9 como saudável. "O Anderson tem o nome escrito na história do São Bento, com gols importantíssimos no acesso à Série B, e o Elias também é um grande jogador. Todos precisam estar preparados", finaliza o sorocabano, que defendeu o Fortaleza no ano passado.