ESPORTES

Pressionada por quatro derrotas, LSB tenta reação em Joinville


A Liga Sorocabana de Basquete (LSB/Uniso) desafia nesta quarta-feira (6) o Joinville, às 20h, no Centreventos Cau Hansen, em Santa Catarina, pressionada por quatro derrotas consecutivas no Novo Basquete Brasil 2017/18 (NBB 10) -- diante de Botafogo, Vasco, Campo Mourão e Caxias do Sul. Situação oposta à do início do torneio, quando comemorou duas vitórias consecutivas em Sorocaba.
 
De lá para cá, os adversários parecem ter aprendido a anular o jogo da LSB -- e será essa armadilha que o time de Rinaldo Rodrigues precisará evitar para obter a reabilitação. Os americanos são os mais castigados pela marcação -- Kevin Crescenzi que o diga: o armador quase brasileiro (filho de uma paulista, ele tem passaporte do País) marcou mais de 20 pontos nos dois primeiros jogos, mas depois viu seus índices caírem e, anteontem, contra o Caxias, anotou apenas nove pontos, mesmo estando em quadra por 35 minutos.
 
Na última rodada, a LSB foi surpreendida por um desfalque prematuro: ao cometer uma falta técnica e outra antidesportiva, o armador Dontrell Brite acabou excluído. Sua ausência dificultou as coisas para o time de Sorocaba, que perdeu por 82 a 66. O Joinville também vem de derrota, para o Minas TC, por 69 a 52, em Belo Horizonte.
 
Também hoje, às 19h30, no Poliesportivo Henrique Villaboim, Pinheiros e Paulistano fazem o clássico dos Jardins. Ontem o Basquete Cearense derrotou o Vasco, no Paulo Sarasate, por 85 a 75.