PRESENÇA

Essência Africana

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro, o Sesc Sorocaba trouxe o show da cantora, compositora e bailarina guineana Fanta Konatê, dentro da programação especial do projeto "Iorubrá Quilombo: Cultura, Território e Resistência". Filha de Djembefolá Famoudou Konatê, considerado o maior mestre vivo do instrumento em todo o mundo, Fanta levou ao palco ritmos, cantos e danças que misturaram a ancestralidade e contemporaneidade africana e brasileira. Uma sonoridade que leva um mesclar de instrumentos como guitarra, violão, saxofone e bateria com djembê, tambor originário de Guiné Conacri.

O show reuniu músicas autorais, em malinkê e sussú, línguas faladas na terra natal de Fanta, que tratam de temas sociais atuais, baseados na realidade da África Ocidental e do Brasil, e sobre reflexões para o ser humano, como a valorização dos laços familiares, o exercício da solidariedade, o respeito à natureza e o desapego a bens materiais.

O show, inclusive, foi gravado como parte do primeiro DVD de Fanta Konatê e a Troupe Djembedon, banda que entre seus integrantes tem os percussionistas sorocabanos Barba Marques, Manu Batista e Fábio Serra. O álbum, ainda sem título, será lançado em março e está disponível para pré-venda pelo site www.embolacha.com.br.

Além de cantora, compositora e bailarina, Fanta é fundadora do Instituto África Viva em São Paulo. Foi arte-educadora das ONGs Medecins Sans Frontiers e Enfants Refugiées du Monde, que assiste adolescentes que moram na rua e refugiados de guerra na Guiné.



comments powered by Disqus