INFORMAÇÃO LIVRE

Deputado quer proibir exposições artísticas com teor pornográfico


Líder do Bloco Parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado Carlos Cezar (PSB) protocolará na próxima terça-feira um projeto de lei que proíbe exposições artísticas ou culturais com teor pornográfico e vilipêndio a símbolos religiosos, em espaços públicos no Estado de São Paulo. Segundo o texto, entende-se "teor pornográfico" as expressões artísticas ou culturais que contenham fotografias, textos, desenhos, pinturas, filmes e vídeos que exponham o ato sexual e a performance com atrizes e, ou, atores desnudos.
 
Correndo o chapéu 

Além do secretário de Cultura, Werinton Kermes, que na última quinta-feira (16) pediu o apoio dos vereadores com a destinação de recursos à pasta por meio das emendas ao orçamento, pessoas ligadas a outros setores também marcaram presença para solicitar aporte financeiro. Representando os protetores dos animais, Jussara Fernandes Ferreira, do Grupo de Amparo ao Melhor Amigo do Homem (Gamah) pediu uma atenção especial para a Secretaria do Meio Ambiente enquanto o gestor hospitalar do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci), Ricardo Dicov, também solicitou apoio à unidade

Cronograma

Com o encerramento do prazo para apresentação de emendas em segunda discussão, começa agora o período de análise das propostas pela Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Parcerias (Cefop). Após os pareceres, o projeto retornará à votação dentro de 10 dias, em 28 de novembro. Depois disso, a proposta passa pela redação final no dia 7 de dezembro antes de seguir para a sanção do prefeito José Crespo (DEM).

Os bons e os maus

Quando esteve em Sorocaba anteontem para receber o título de cidadão sorocabano na Câmara, o prefeito de São Paulo, João Doria Júnior (PSDB), admitiu em entrevista coletiva que "há um certo desgaste" dos políticos brasileiros perante a população. E ressalvou: "Ainda que de forma injusta, porque generalizam aquilo que não deveria ser generalizado." Na sua avaliação, "não é razoável" acusar todos os políticos de serem corruptos ou de cometerem atos condenáveis: "Há muitos políticos bons, pessoas sérias e corretas, e há também os maus." Disse que os maus existem em outras atividades.

Crise tucana

O prefeito João Doria Júnior também acredita que a crise no PSDB nacional vai ser resolvida com "entendimento e diálogo". A crise tem ganhado repercussão com a indefinição do partido quanto a desembarcar ou não do governo Michel Temer (PMDB) e atingiu clima de gravidade no último dia 9, quando o senador Aécio Neves (PSDB-MG) destituiu o senador Tasso Jeireissati (PSDB-CE) da presidência interina da legenda. Doria disse que o PSDB terá eleições em 9 de dezembro, na sua executiva nacional, e acredita que ainda há tempo suficiente para que ocorra um bom "entendimento" entre os líderes tucanos. "E o PSDB terá uma única chapa, conciliadora e vitoriosa, para dar um exemplo não apenas ao PSDB e a outros partidos e ao Brasil, de que só poderemos ser vitoriosos nas eleições presidencias do ano que vem se estivermos unidos", ele afirmou.

Doze emendas

O vereador José Francisco Martinez (PSDB) apresentou 12 emendas para segunda discussão do projeto do orçamento do município de Sorocaba para 2018. Duas emendas destinam recursos à área da Saúde, sendo R$ 500 mil para melhorias e ampliação do atendimento na Santa Casa e R$ 176 mil como subvenção para entidades que atuam na assistência à oncologia pediátrica. O vereador também apresentou emendas para beneficiar segmentos de entidades sociais de assistência à família, à criança e ao adolescente, entre outros.