fbpx
Cultura

‘Yby Soroc’ encerra neste sábado (6) a temporada no Macs

Mostra, com painéis gigantes que contam a história de Sorocaba, recebeu milhares de visitantes
‘Yby Soroc’ encerra amanhã temporada no Macs
Após fim da exposição, Macs deve firmar parceria para manter a guarda das obras – Foto: Divulgação

A exposição “Yby Soroc”, do artista plástico Pedro Lopes, fica em cartaz até este sábado (6) no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (Macs). Primeira mostra individual do artista após um hiato de 30 anos, a exposição foi aberta ao público no dia 11 de agosto e reúne vinte painéis de grandes dimensões (2,50 por 1,90 metros) que retratam cronologicamente a história de Sorocaba até os dias atuais. A série, até então inédita, foi produzida entre 2000 e 2005 com fomento da Lei de Incentivo à Cultura (Linc).

‘Yby Soroc’ encerra amanhã temporada no Macs
Exposição está dividida em duas galerias, cada uma com dez painéis – Foto: Divulgação

“Yby Soroc”, título tupi que significa “terra rasgada”, reúne vinte painéis que revisitam a história de Sorocaba — desde mais de um século e meio antes de ser formalmente fundada por Baltasar Fernandes, em 1654, até o início do século 21 — e monumentalizam episódios decisivos e personagens determinantes na epopéia de construção e progresso da cidade. Ao mesmo tempo, a representação de cada acontecimento histórico está relacionada com as concepções estilísticas das artes pictórias predominantes de seu respectivo período, desde o Maneirismo do século 15 à ao Neoexpressionismo contemporâneo.

‘Yby Soroc’ encerra amanhã temporada no Macs
Painéis revisitam a história de Sorocaba – Foto: Divulgação

Dividida em duas galerias, cada uma com dez painéis dispostos no cronologicamente no sentido horário, a exposição convida os visitantes a redescobrir a história de Sorocaba, se identificar e, até mesmo, se inserir nas narrativas retratadas. A pesquisa histórica percorrida pelo artista teve o respaldo de dois amigos, o historiador sorocabano Adolfo Frioli e o médico e pesquisador José Carlos de Campos Sobrinho, ambos autores do livro “João de Camargo: o nascimento de uma religião de Sorocaba”, que serviu de base para o roteiro do filme “Cafundó” (2005), dirigido por Paulo Betti.

De acordo com a presidente do Macs, Cristina Delanhesi, ao término da exposição, o museu firmará termo de parceria com a Prefeitura de Sorocaba, para que as obras fiquem sob a guarda da instituição. Segundo ela, o Macs estuda a possibilidade de itinerar com os painéis por outros museus de arte contemporânea do estado de São Paulo. “A exposição foi um sucesso. No livro de presença tem registrado em torno de 1.300 pessoas, mas o número foi muito maior, porque também recebemos muitas visitas de escolares, até de São Paulo, que não estavam agendadas. Estimo que foi entorno de 4 mil pessoas”, comenta.

‘Yby Soroc’ encerra amanhã temporada no Macs
Durante a mostra, Pedro Lopes conduziu algumas visitas guiadas – Foto: Fábio Rogério

Além do expressivo número de visitantes, Pedro Lopes destaca o caráter pedagógico alcançado pela exposição, cujos trabalhos serviram de gatilho lúdico para despertar o interesse dos estudantes pela história da cidade e também das artes plásticas. “Acho que atingiu muito bem esse objetivo”, diz. Durante a temporada em que a exposição permaneceu em cartaz, Pedro Lopes conduziu algumas visitas guiadas e, segundo ele, esta experiência, inclusive com grupos de crianças e adolescentes, o fez redescobrir a sua própria pintura. “Fui muito interessante, porque eu comecei a aprender e pensar no sentido que eu tinha dado, que, na hora de executar a pintura eu não tinha muito claro racionalmente”, afirma o artista.

Leia mais  Mostra Internacional de Cinema é atração no Sesc Sorocaba em dezembro

 

Serviço

“Yby Soroc”, do artista plástico Pedro Lopes
Sexta-feira (5), das 10h às 17h; sábado (6), das 10h às 15h
Macs (avenida Afonso Vergueiro, 280, ao lado da antiga Estação Ferroviária de Sorocaba)
Entrada gratuita

Comentários