fbpx
Cultura

Sinfônica reúne obras de nacionalistas em concerto na Fundec

Composições de Borodin, Koussevitzky e Camargo Guarnieri compõem o programa do concerto
Sinfônica reúne obras de nacionalistas em concerto
O contrabaixista Allan Texeira fará um solo. Crédito da foto: Divulgação

Composições do movimento nacionalista dos russos Aleksandr Borodin e Serge Koussevitzky e do brasileiro Camargo Guarnieri compõem o programa do concerto que a Orquestra Sinfônica de Sorocaba (OSS) faz nesta quinta-feira (10), às 20h, na Sala Fundec. O mesmo concerto será reapresentado no domingo, às 19h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Leia mais  Alunos de Musicalização Infantil se apresentam na Fundec

 

Sob a batuta do maestro Eduardo Ostergren, o público poderá ouvir a “Sinfonia no. 3 em lá menor”, de Aleksandr Borodin (1833-1887). Curiosamente, Borodin faleceu durante a concepção desta sinfonia, conhecida como “Inacabada”.

Ele deixou um esboço do primeiro movimento e uma versão completa do 2º, o scherzo, originalmente para quarteto de cordas. Posteriormente o compositor e amigo, Alexandre Glazounov, de posse do manuscrito, reestruturou o primeiro movimento e orquestrou os dois movimentos que integram esta sinfonia.

Continuando o concerto, a OSS executará a “Suite infantil” de Camargo Guarnieri (1907-1993). Integram esta suíte os movimentos “Acalanto”, “Requebrando”, “Ponteio” e “Maxixando”.

Para encerrar o espetáculo, o contrabaixista Allan Texeira, integrante da Sinfônica, será o convidado para fazer o solo do “Concerto para contrabaixo e orquestra op. 3” de Koussevitsky (1874-1951). Allan, que já atuou como solista da orquestra Experimental da Fundec, orquestra dos alunos do Instituto Municipal de Música de Sorocaba (IMMS), também mantido pela Fundec, terá sua primeira experiência solando em frente a uma orquestra profissional.

“A sensação de poder fazer música junto com meus colegas, tem sido a melhor”, afirma. O maestro Eduardo Ostergren assinala que um dos compromissos da Orquestra Sinfônica de Sorocaba é reconhecer talentos musicais da região e dar a eles a oportunidade de se apresentar como solista junto à orquestra. “Teremos a oportunidade de ouvir o talento do contrabaixista Allan Texeira”, convida.

Nacionalismo

Em comum, os três compositores selecionados para o programa dos concertos da OSS deste mês foram adeptos do nacionalismo, movimento que defendia a incorporação de motivos folclóricos e elementos nacionais característicos à música.

Borodin foi um dos integrantes do chamado “Grupo dos cinco”, como eram denominados os compositores russos nacionalistas liderados por Mily Balakirev, que procuravam a produção de música especificamente russa, responsável por influenciar nomes como Igor Stravinsky, Sergei Prokofiev e Koussevitzky, também listados no programa.

Já o brasileiro Camargo Guarnieri, ao lado de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), foi um dos principais nomes da música clássica nacionalista brasileira do século 20, tendo como forte marca pessoal a capacidade de interiorizar em sua música sotaques e ritmos populares regionais do país.

Os ingressos para o concerto de hoje estarão à venda na Fundec das 8h30 às 18h. Já para o concerto de domingo, a venda será amanhã, das 8h30 às 18h, e no dia do evento, com uma hora de antecedência. A Fundec fica na rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro. (Da Redação)

Comentários