fbpx
Cultura

‘Rambo – até o fim’ traz Stallone de volta às telas de cinema

Drama, terror e animação infantil também compõem o cardápio de novidades da semana nas salas de Sorocaba
‘Rambo até o fim’ traz Stallone de volta às telas de cinema
“Rambo — até o fim” mostra um protagonista recluso, que sai dessa situação para enfrentar um cartel mexicano. Crédito da foto: Divulgação

Sylvester Stallone está de volta. “Rambo — até o fim”, quinto título da clássica franquia iniciada em 1982 — que se tornou a mais famosa quando o gênero é ação — é a principal estreia desta quinta-feira (19) nos cinemas. Drama, terror e animação infantil também compõem o cardápio de novidades da semana nas salas de Sorocaba.

Leia mais  Aventura e terror são novidades nos cinemas de Sorocaba

 

Quarenta e dois anos depois de “Rambo — programado para matar”, o veterano de guerra que dá nome ao filme reflete sobre vida e morte, ao mesmo tempo em que decide enfrentar o seu passado. Com direção de Adrian Grunberg (“Plano de fuga”) e roteiro assinado por Stallone e Matt Cirulnik, “Rambo — até o fim” mostra um protagonista recluso, que deixou o passado para trás e trabalha em um rancho na fronteira entre Estados Unidos e México, ao lado da sobrinha Gabriela.

Um dia, a jovem informa ao tio sua intenção de ir ao México procurar o pai biológico, que a abandonou quando era pequena. No entanto, antes mesmo de ter a oportunidade de um reencontro, a adolescente é sequestrada por um cartel mexicano, considerado um dos mais perigosos do mundo, liderado pelo vilão interpretado por Sergio Peris-Mencheta.

Confrontado pelo seu passado, Rambo decide ir em busca da única família que tem e promete vingança aos homens que a levaram. A busca logo se transforma em uma caçada por justiça, onde ninguém será perdoado. “Quando vocês vierem atrás de mim, darão boas-vindas à morte. Eu vou destruir vocês”, promete o personagem em uma das cenas do trailer. O elenco conta ainda com Paz Vega, Óscar Jaenada (“Piratas do Caribe 4”) e Joaquín Cosio (“007 — Quantum of solace”).

Outra novidade para esta semana é o drama “Depois do casamento”, que acompanha a luta de Isabel (Michelle Williams), gerente de um orfanato em Calcutá, na Índia, para manter o estabelecimento funcionando. Desesperada por dinheiro, ela acredita ter encontrado a benfeitora perfeita, Theresa (Julianne Moore), dona de uma empresa multimilionária. Porém, para receber o dinheiro, ela precisa viajar até Nova York e conhecer a mulher por trás da riqueza, em meio a uma pomposa celebração matrimonial. Chegando ao local, a gerente não consegue disfarçar os segredos que a unem ao marido da empresária.

O filme, com direção de Bart Freundlich, é um remake do longa dinamarquês lançado em 2006, de Susanne Bier e, segundo a crítica especializada, consegue ampliar os conflitos presentes na narrativa original. “Como um dos principais prazeres do filme é descobrir e processar as revelações à medida que elas aparecem, é melhor não divulgar muito do enredo antecipadamente, exceto dizer que fica infinitamente mais satisfatória à medida que avançamos”, recomenda o crítico Peter Debruge, da Variety.

Terror e animação

Para quem curte terror, a pedida é “Midssomar — o mal não espera a noite”, de Ari Aster, mesmo diretor de “Hereditário” — filme que marcou sua estreia nos longas-metragens. Após vivenciar uma tragédia pessoal, Dani (Florence Pugh) vai com o namorado Christian (Jack Reynor) e um grupo de amigos até a Suécia para participar de um festival local de verão. Mas, ao invés das férias tranquilas com a qual todos sonhavam, o grupo se depara com rituais bizarros de uma adoração pagã.

“Ari Aster faz filmes de terror com sentimento. As emoções humanas que eles exploram – tristeza, raiva, depressão – são muito mais assustadoras do que os elementos de terror mais tradicionais, como bruxas e cultistas e, neste caso, rituais pagãos bizarros”, destaca Matt Singer, da revista ScreenCrush.

‘Rambo -- até o fim’ traz Stallone de volta às telas de cinema
Em “Abominável”, Yi encontra um iéti e resolve levá-lo de volta para sua família, no ponto mais alto do planeta. Crédito da foto: Divulgação

Para a criançada, a opção é o nova animação da Dreamworks intitulada “Abominável”. O longa acompanha Yi, uma adolescente que encontra um iéti na cobertura do prédio em que ela mora, em Xangai. Junto dos amigos Jin e Peng, eles passam a chamar a criatura de “Everest” e decidem levá-lo até a sua família, que está no ponto mais alto do planeta. Nesta jornada, no entanto, os três amigos terão que conseguir despistar o ganancioso Burnish (Eddie Izzard) e o zoólogo Dr. Zara (Sarah Paulson), que querem pegar o iéti a qualquer custo. (Da Redação)

Comentários