Cultura

Banda Nágora estreia com ‘Primeiro encontro’ no Sesc Sorocaba

Formada num encontro cultural no Quilombo do Cafundó, banda lança seu primeiro álbum



A banda é formada por Mateus Laranjeira (voz), Leandro Toledo (baixo), Eduardo Augusto (teclados), Marcel Moreno (bateria), Felipe Carvalho (guitarra), Rafael Nóbrega (trombone), Barbara Ribeiro (sax) e Júnior Conceição (trompete) – Foto: Divulgação

De tudo quer nascer uma música. A máxima, atribuída a Euclides da Cunha, faz parte do modo de vida do cantor e compositor Mateus Laranjeira, líder da banda Nágora, que apresenta na quinta-feira (16), às 20h, no teatro do Sesc Sorocaba, o show de lançamento de seu de álbum de estreia intitulado “Primeiro encontro”.

A apresentação faz parte do projeto Cio da Terra, que privilegia lançamentos de trabalhos autorais de artistas de Sorocaba e região. A entrada é gratuita.

Físico por formação, Mateus Laranjeira é natural de Santos e se estabeleceu em Sorocaba há dez anos, por razões profissionais e acadêmicas. Por aqui, decidiu formar uma nova banda para dar vazão às mais de uma centena de músicas que estavam engavetadas até então. “Desde os 18 anos eu sempre tive banda. Como vim para cá, dei uma parada [com banda], mas continuei compondo”.

Em 2015, em um encontro cultural que comemorava o centenário da Festa da Santa Cruz, no quilombo Cafundó, ele conheceu o baixista Leandro Toledo, que também é percussionista e presidente da Associação Cultural Comunidade do Tambor. A afinidade musical deu início à parceria e Mateus passou a enviar algumas de suas músicas para Leandro, que abraçou de imediato a ideia de formar a banda, arregimentando os demais componentes. O nome da banda é originário da palavra Ágora, que na antiga Grécia era o lugar onde surgiam ideias, construções sociais, desde leis à música.

Leia mais  Netflix divulga trailer da 3ª temporada da série '3%'

 

Além de Mateus Laranjeira (voz), e Leandro Toledo (baixo), a Nágora é formada por Eduardo Augusto (teclados), Marcel Moreno (bateria), Felipe Carvalho (guitarra), Rafael Nóbrega (trombone), Barbara Ribeiro (sax) e Júnior Conceição (trompete). Do processo criativo solitário de Mateus, as músicas vão ganhando arranjos com diferentes coloridos estéticos, fruto da bagagem que cada integrante carrega, do jazz ao progressivo passando pelo grunge e o indie rock. “Embora as músicas sejam compostas por mim, todas elas têm a impressão digital de cada integrante. É uma construção coletiva”, afirma.

O álbum “Primeiro encontro” reúne sete faixas autorais, que estarão disponíveis a partir de amanhã nas principais plataformas de música digital. Segundo o vocalista da banda, o norte para a seleção das músicas, dentre as mais de cem que estavam na gaveta, foi justamente a “pluralidade estética”. “Cada música explora um elementos diferente e tem um elemento marcante”, afirma.

Além de tocar o disco na íntegra, o show contará com outras cinco músicas inéditas de Mateus Laranjeira, que têm como ponto de contato as letras inspiradas em situações do cotidiano e nos afetos das relações sociais. Além de questões do dia a dia, as canções transitam por temas como angústias, medos, a pressão do mundo digital, crítica social e política e preconceito racial. Deste último, é o caso de “O que nos abala”, com letra baseada em versos do poeta e professor sorocabano Ademir dos Santos. “Todas as músicas apresentam uma situação que nos faz refletir sobre o que estamos vivendo no mundo”, diz Mateus, comprovando a velha máxima que de tudo quer nascer uma música.

Serviço:

Banda Nágora lança “Primeiro encontro”
Quinta-feira (16), 20h
Sesc Sorocaba (rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade)
Gratuito. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Central de Atendimento

Comentários

CLASSICRUZEIRO