Cultura

Musicais no TMTV marcam o aniversário de Sorocaba

Felipe Shikama – felipe.shikama@jornalcruzeiro.com.br

Dois espetáculos musicais serão apresentados nesta terça-feira (14) e quarta-feira (15) no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV), dentro da programação de aniversário de 364 anos de Sorocaba, comemorado no dia 15 de agosto. Também como parte da agenda comemorativa, o TMTV recebe nesta quarta, às 20h, o desfile “Moda & Arte Sem Barreiras”. Para cada uma das três atividades os ingressos serão distribuídos mediante a doação de um litro de leite, que será revertido ao Fundo Social de Solidariedade (FSS). O TMTV fica na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, s/nº, no Alto da Boa Vista, ao lado do Paço Municipal.

Nesta terça, às 19h, a população poderá conferir o musical “De onde vem a noite”, da Companhia Musical Sorocabana. Baseado na obra “O livro das origens”, de José Arrabal, o espetáculo contará com a participação do Grupo de Referência de Coro e Percussão do Projeto Guri de Sorocaba.

Com texto de Vinícius Arantes, direção de Felipe Gadaian e direção musical de Daniel Guimarães, “De onde vem a noite” é inspirado em uma lenda dos índios da Amazônia no período em que não havia noite, só o dia. Guardada pela ancestral Cobra Grande, a Boiúna, a noite estava presa dentro de um coco de tucumã. Para muitos, a noite era apenas uma lenda, algo nunca visto por eles. Um dia, o grande guerreiro da tribo, Takuarã, casa-se com a filha da Cobra Grande e mandar buscar o coco de tucumã para que a noite seja liberta.

Leia mais  CineFest Votorantim encerra inscrições com recorde de 729 candidatos

A Companhia Musical Sorocabana é formada por um grupo de artistas que trabalham o teatro musical através de textos e música originais com acompanhamento instrumental ao vivo. As atividades desenvolvidas pelo grupo vão de oficinas a montagens de espetáculos. O elenco do espetáculo é formado por Talisson Santos, Lisa Bittar, Mary Ellen Pires, André Polez, João Paulo Oliveira e Dudu Martins.

Projeto Abracadabra trabalha a integração e a inclusão no palco
Na quarta-feira, feriado municipal, às 18h, o TMTV receberá o espetáculo musical “Os Saltimbancos”, do projeto Abracadabra, mantido pela Associação Cultural Fazendo Arte. Com a participação de cerca de 30 alunos, dentre eles, pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais, a apresentação traz uma versão especial de uma das obras de teatro musical infantil mais famosas e importantes do Brasil.

“Os Saltimbancos” é livremente inspirado na obra de Sergio Bardotti e música de Luis Enríquez Bacalov, adaptado no Brasil por Chico Buarque de Holanda, que narra os conflitos, as desilusões e insatisfações de quatro espécies de animais com os maus tratos exercidos por seus patrões e, diante desse problema, a decisão de fugir e tentar a vida na cidade grande como artistas.

Leia mais  Memórias inspiram criações da jovem artista Juliana Torres

Associação Cultural Fazendo Arte mantém projeto com pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais - DIVULGAÇÃO

Associação Cultural Fazendo Arte mantém projeto com pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais – DIVULGAÇÃO

A peça tem direção geral de Junior Mosko e concepção de Emerson Yan, cuja proposta incentiva a expressão de liberdade cênica em momentos em que se consegue transmitir, ver e sentir que o mundo também é dos atores. O trabalho é fruto de dois anos de pesquisa, sendo essa a sétima montagem do grupo, produzida a partir de textos e desenhos adaptados por Everton Oliveira.

O musical apresenta músicas cantadas e tocadas ao vivo, com instrumentos de corda e percussão, colocando a personalidade dos atores nas músicas, mas sem perder a essência e sentido original. O espetáculo conta ainda com a participação de mães e pais dos atores, que também confeccionaram todo o figurino e o cenário da montagem.

Integração 

Junior Mosko assinala que as aulas e os encontros do projeto Abracadabra trabalham a integração e interação das pessoas com síndrome de down, por meio de atividades que exercitam a melhoria das relações, a autoestima e os valores de cooperação e solidariedade.

A Associação Fazendo Arte é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2009 por iniciativa do ator e diretor Junior Mosko em parceria com o ator Douglas Turri, e que tem como principal objetivo promover atividades artísticas e culturais. O projeto Abracadabra, por sua vez, visa tratar de forma igualitária e inclusiva todos que o buscam, não fazendo distinção alguma entre pessoas e diferentes realidades. “Em “Os saltimbancos” os valores não são diferentes, pois as cenas são abrilhantadas com as potencialidades e singularidades de cada ator, independente de quaisquer deficiências”, diz.

Leia mais  CineCafé exibe longa francês ‘A última lição’ nesta terça-feira (10)

Também na quarta, às 20h, o TMTV receberá o desfile “Moda & Arte Sem Barreiras”. Promovido pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), o desfile mostrará diferentes momentos, experiências e emoções através de uma performance contemporânea protagonizada por pessoas com deficiências física e intelectual.

Criado a partir de oficinas artísticas com a metodologia exclusiva do Projeto ModelArts (via agência ID models), os integrantes desenvolveram atividades para afinar seus instrumentos de comunicação e expressão, concebendo uma performance contemporânea no formato de desfile, executado exclusivamente com deficientes físicos e intelectuais ligados ao Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (CMPcD), Apae, além de pára-atletas frequentadores do Centro Esportivo Vila Gabriel. “Nossa equipe atualmente está com cerca de 20 participantes, todos eles são deficientes físicos ou intelectuais. Essa parceria com a Secultur foi o que viabilizou e deu suporte para toda a execução do projeto e novas possibilidades para o desenvolvimento de produtos culturais além do enriquecimento do patrimônio artístico regional”, afirma Ismael Alcam, fundador do projeto ModelArts.

Comentários

CLASSICRUZEIRO