fbpx
Cultura

Expositores sugeriram doação de obras para Feira de Artes

Iniciativa visa retribuir a Prefeitura e a Secult pela estrutura oferecida para a realização do evento -- como energia elétrica e banheiros
Prefeitura exige doação de obras para participação em Feira de Artes
A feira acontece aos domingos no Parque Carlos Alberto de Souza, no Campolim. Crédito da foto: Secom Sorocaba

O coordenador do grupo de expositores da Feira de Artes Plásticas de Sorocaba, Wilson Almenara, se manifestou nesta segunda-feira (17) para esclarecer que foi o responsável por sugerir, à Secretaria de Cultura (Secult), que o edital de ocupação da praça Carlos Alberto de Souza, no Campolim, exigisse como contrapartida a doação de uma obra para a administração municipal.

Leia mais  Prefeitura exige doação de obras para participação em Feira de Artes

 

Segundo ele, a iniciativa visa retribuir a Prefeitura e a secretaria pela estrutura oferecida para a realização do evento — como energia elétrica e banheiros. O assunto foi abordado na edição de domingo (17) do Mais Cruzeiro, já que um grupo de artistas da cidade — não o que atua na coordenação do evento — se manifestou, nas redes sociais, com críticas à medida.

A proposta, de acordo com Almenara, é que uma tela seja doada por mês. A Feira de Artes Plásticas foi criada em 2017, na praça Pio XII, no Jardim Santa Rosália, com apoio da Secult. A ideia é transformar espaços públicos em galeria de arte a céu aberto para exposição e comercialização das obras. O edital foi aberto para formalizar a situação dos expositores que, segundo Almenara, gira em torno de 45 artistas. (Da Redação)

Comentários