Cultura

Exposição comemora 90 anos do nascimento de Rogich Vieira

Mostra será aberta nesta sexta-feira (11), na Biblioteca Infantil, e segue até 1º de fevereiro
Rogich Vieira
Entre os objetos expostos estão máquinas fotográficas utilizadas e imagens feitas pelo fotógrafo – Foto: Divulgação

Para comemorar os 90 anos de nascimento do fotógrafo, escritor e historiador sorocabano Porphirio Rogich Vieira (1929-2001), a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), realiza nesta sexta-feira (11), às 16h, a abertura oficial de uma exposição em homenagem a ele. A mostra pode ser conferida na Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury e reúne fotos, objetos e textos.

Figura de destaque na cultura sorocabana nos últimos 50 anos, Porphirio Rogich Vieira deixou sua marca nas diferentes atividades que exerceu. Através da fotografia, sua profissão, registrou todos os eventos sociais, religiosos e cívicos de Sorocaba, guardando os negativos destes registros, que posteriormente foram doados aos Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico (IHGGS).

Como historiador, auxiliou Monsenhor Luiz Castanho de Almeida, o Aluísio de Almeida, em suas pesquisas históricas e produção de textos. Tornou-se intenso pesquisador da história de Sorocaba e seus costumes, produzindo séries de artigos publicados nos jornais da cidade, principalmente no Cruzeiro do Sul, onde manteve durante cinco anos, a coluna diária “Um dia como hoje”, dedicando-se quase que integralmente à pesquisa e à história de Sorocaba.

Leia mais  Sorocaba terá Carnaval com desfile de onze escolas de samba

 

No campo profissional, ingressou no Instituto de Criminalística do Estado de São Paulo como fotógrafo técnico policial em 1961, sendo transferido para a Academia de Polícia no cargo de diretor do Museu de Criminalística e professor titular da disciplina de Fotografia Judiciária. Ministrou aulas na Academia de Polícia do Estado de São Paulo e exerceu também a função de repórter fotográfico no jornal Cruzeiro.

Desde 1963, começou a dedicar-se ao jornalismo e à literatura. Publicou os livros “A Princesa dos tropeiros”, “Sorocaba não esperou o Treze de Maio” e “Iguatemi, a maldita”. Participou como co-autor em cerca de cinco livros já publicados. Escreveu artigos também para os jornais Notícias Populares e Folha de São Paulo.

Pesquisador

Rogich Vieira
Rogich Vieira foi fotógrafo, escritor e historiador – Foto: Divulgação

Rogich Vieira foi membro atuante em diversas entidades culturais da cidade, das quais destacam-se: Gabinete de Leitura Sorocabano, sendo sócio desde 1942; sócio fundador e ex-diretor do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHGGS), desde 1954.

Foi pesquisador paleográfico do Museu Histórico Sorocabano desde 1972; titular da cadeira D’Abreu Medeiros, da Academia Sorocabana de Letras, desde 1980; contribuiu com a formação do Museu de Imagem e Som de Sorocaba, doando 200 mil negativos de filmes do seu acervo, contendo 30 anos de história. Proferiu palestras sobre história, fotografia e esoterismo, ministrando diversas aulas aos alunos da Faculdade de Filosofia de Sorocaba, Direito da USP e PUC, bem como, aos professores da área de odontologia legal da Faculdade de Odontologia da USP.

Leia mais  Luau tem atrações nesta sexta-feira (11) e domingo (13)

 

A Biblioteca Infantil preserva e disponibiliza à consulta acervos de escritores, historiadores, artistas e temáticos, que foram doados ou formados no decorrer do tempo. Entre eles, está o acervo de textos e livros pessoais de Rogich Vieira, doado por seus familiares em 2002. São 234 livros, manuscritos, artigos e todo o fichário histórico de Rogich Vieira. É um dos acervos mais importantes sobre a História de Sorocaba reunidos no espaço público.

A exposição pode ser vista gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até o dia 1º de fevereiro. A Biblioteca Infantil fica na rua da Penha, 673, no Centro. Mais informação pelo telefone (15) 3231-5723.

Comentários

CLASSICRUZEIRO