Cultura

Estreias desta quinta-feira (27) têm animação e produções nacionais

No total as salas de cinema da cidade recebem cinco novos longas, além da pré-estreia da ficção “Venom”
Estreias têm animação e produções nacionais
O ator Daniel de Oliveira dá vida ao ex-boxeador Eder Jofre em “10 segundos para vencer” – Foto: Gui Maia

Dois filmes nacionais figuram entre os destaques desta semana nas salas de cinema de Sorocaba: “10 segundos para vencer”, cinebiografia do pugilista Eder Jofre e o suspense “O banquete”. Completam a lista de novidades a animação infantil “Pé pequeno”, a comédia “O que de verdade importa” e a aventura bíblica “Sansão – o filme”. Já na madrugada da próxima quinta-feira (4), Sorocaba recebe sessão de pré-estreia da ficção científica “Venom”.

Depois de “Mais forte que o mundo”, com José Loretto no papel do lutador de MMA José Aldo, mais um filme conta a história de um importante lutador brasileiro. Ou talvez do maior deles. “10 segundos para vencer”, que chega nesta quinta-feira (27) a 285 salas de cinema do País, lembra toda a trajetória de Éder Jofre, 82 anos, o primeiro brasileiro a ser campeão mundial de boxe. O ator Daniel de Oliveira encarna o ex-boxeador, enquanto Osmar Prado vive Kid Jofre (1907-1974), o pai do atleta, responsável por treiná-lo e alçá-lo ao estrelato.

Com direção de José Alvarenga Jr., o longa apresenta Jofre desde a sua infância, quando via o pai treinando o tio Zumbanão (Samuel Toledo), até atingir a fama mundial. O filme traz imagens da época, mas também refaz lutas importantes. “Escolhemos a luta dele contra o José Medel [1938-2001] porque marcou o início da carreira dele. Outra que refizemos foi a sua volta por cima, em meio à ditadura militar”, lembra o diretor. A primeira luta de Jofre foi em 1960, em Los Angeles. Já em 1963, quando perdeu para o japonês Harada, no Japão, Jofre decidiu se afastar do boxe.

Leia mais  Netflix divulga teaser da nova temporada de 'Stranger Things'

 

O outro longa brasileiro é “O banquete”, de Daniela Thomas (“O primeiro dia” e “Terra estrangeira”). Ambientado no início da década de 1990, o filme observa um grupo de pessoas em torno da comemoração dos dez anos de casamento entre um jornalista poderoso e uma atriz famosa. Aliás, todo o de todo o filme se passa em uma única locação: a sala de jantar da casa da anfitriã. O elenco conta com Rodrigo Bolzan, Caco Ciocler e Georgette Fadel. Para o crítico Inácio Araújo, da agência Folhapress, a perversidade dos personagens, ou de vários deles, pelo menos, chama a atenção: teatralidade, incômodo, humilhação, golpes baixos. “Tudo se passa como se houvesse dois movimentos simultâneos e contrários: um, de tornar magníficos os personagens reunidos naquele jantar; outro, de rebaixá-los pela fala vulgar, pelos raciocínios inférteis, pelas grosserias da fala em relação ao amor e à sexualidade — basicamente os dois assuntos abordados ao longo do diálogo”, escreveu.

Infantil

Para a criançada, a novidade da semana é a animação “Pé pequeno”, da Warner Bros. Na aventura, com música original e um elenco de estrelas, pé pequeno vira a lenda do pé grande de cabeça para baixo quando um jovem e genial Yeti encontra algo que ele achava que não existia: um humano. A revelação deste “Pé pequeno” traz preocupação à comunidade dos Yetis sobre o que pode existir além de seu pequeno vilarejo nas neves em uma nova e divertida história sobre amizade, coragem e a alegria da descoberta. A animação é dirigida por Karey Kirkpatrick, diretor vencedor do Annie por “Os sem-floresta” e indicado ao festival por melhor roteiro com “A fuga das galinhas” e “James e o pêssego gigante”.

As salas da cidade também exibem a partir desta quinta a comédia “O que realmente importa”. Dirigido por Paco Arango, o filme acompanha Alec Bailey, um engenheiro frustrado que vive em Londres. Tudo muda quando um tio distante aparece em sua vida com uma proposta irrecusável: pagar todas as dívidas de Alec desde que ele se mude para Nova Escócia, no Canadá, por um ano. Sem muitas alternativas, o jovem aceita o acordo e inicia uma nova fase em sua vida, agora em um novo país e prestes a conhecer mais sobre sua família e a si mesmo. Por fim, a lista de estreias de é completada pela aventura bíblica “Sansão”, baseado na épica história de um homem chamado por Deus para libertar seu povo da escravidão. O longa é produzido pela PureFlix, produtora de filmes cristãos, também responsável por “Deus não está morto”, que até ontem estava em cartaz na cidade. Compõem o elenco Taylor James, Billy Zane, Jackson Rahtbone, Greg Kriek, Rutger Hauer, Caitlin Leahy e Lindsay Wagner.

Já na semana que vem, na madrugada de quarta para quinta-feira, Sorocaba recebe sessões de pré-estreia de “Venom”, nova produção do universo da Marvel. Com direção de Ruben Fleischer, o longa revelará a origem do anti-herói, interpretado por Tom Hardy. Conta a história de um jornalista (Eddie) que está tentando derrubar a empresa de Carlton Drake há anos, fazendo com que seu relacionamento com a esposa fique totalmente negligenciado. Em uma de suas investigações, ele vai até a Fundação Vida e o alienígena estudado lá acaba se fundindo ao corpo do rapaz, formando Venom. (Da redação, com informações da Folhapress)

Comentários
Assuntos

CLASSICRUZEIRO