Cultura

Escola de Artes recebe apenas uma inscrição de curso voluntário

A seleção do projeto será realizada pelo gestor da unidade e o resultado será divulgado pela Secultur
Escola abriga iniciativas culturais como o Projeto Guri e a Banda Marcial. Foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS

A Escola Pública de Cultura e Artes Ettore Marangoni, situada no Jardim Sandra, recebeu inscrição de apenas um interessado em ministrar curso no local de forma voluntária. As inscrições encerraram-se dia 10 e conforme a Prefeitura, a ideia de abrir para iniciativas voluntárias é apenas algo a mais para oferecer à comunidade. O projeto inscrito tem como tema Dinâmicas de Grupo para Autoconhecimento, o que seria mais focado na área da psicologia, e por isso ainda não se sabe se será aprovado. A seleção do projeto será realizada pelo gestor da unidade e o resultado será divulgado pela Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur).

De acordo com a Prefeitura, a Escola de Cultura e Artes terá ainda oficinas de formação. O local abriga iniciativas que já existem, como o Projeto Guri, a Banda Marcial de Sorocaba e a Orquestra de Violas. A unidade vai atuar nas linguagens artísticas de maneira integrada, envolvendo a dança, a música, o teatro e as artes visuais.

No local também serão realizadas oficinas de formação, em parceria com o Governo do Estado, que funcionarão aos moldes do que já acontecia na Oficina Cultural Regional Grande Otelo, ou seja, mediante pagamento aos profissionais selecionados para ministrar cursos.

A Prefeitura esclarece que abriu espaço para voluntariado porque o Governo Municipal incentiva esse tipo de ação através do Sorocaba Voluntária, programa coordenado pela Secretaria de Cidadania e Participação Popular (Secid). Já estão cadastradas pessoas interessadas em oferecer dança de salão, dança circular, pintura, yoga, tai chi chuan, crochê, bordado, fotografia e contação de histórias. “A ideia da Secretaria de Cultura é levar também esses voluntários para oferecer essas atividades na Escola de Cultura e Artes”, informou o órgão municipal.

Ocupação cultural

Já com relação ao edital Secultur 54/2018, que se refere à Ocupação Cultural dos Próprios Municipais para o primeiro semestre de 2019, sete projetos foram inscritos, sendo que um deles tem proposta de apresentação em vários espaços públicos.

As atividades propostas foram: palestra e oficina de atividades lúdicas artísticas com objetivo de propiciar um olhar reflexivo sobre a educação; oficinas de maracatu; oficinas de capoeira; exposição de artes plásticas (de quadros e de esculturas); e apresentação teatral.

No total, 11 locais foram escolhidos pelos inscritos. Os prédios da Secretaria de Cultura e Turismo contemplados são: Barracão Cultural, Biblioteca Infantil, Biblioteca Municipal, Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) e Parque dos Espanhóis.

Já os espaços da Secretaria da Educação escolhidos foram o Centro de Referência em Educação e as escolas Getúlio Vargas, Prof. Ary de Oliveira Seabra, Duljara Fernandes Oliveira, Oswaldo Duarte e Profª Inês Rodrigues Cesarotti. A seleção dos projetos será realizada pelo gestor de cada local. Mais informações pelos telefones (15) 3211-0143 ou 3211-0578.

Comentários