fbpx
Cultura

‘Doutor sono’ é o destaque entre estreias da semana nos cinemas

'A tabacaria', 'Cadê você, Bernadette?', 'Dora e a cidade perdida' e 'Link perdido' são outras novidades
‘Doutor sono’ é o destaque entre estreias da semana
“Doutor sono” conta a história do garotinho de “O iluminado” 40 anos após sua estadia no Hotel Overlook. Crédito da foto: Divulgação

Continuação do terror psicológico “O iluminado”, de Stanley Kubrick, “Doutor sono” é a principal novidade de hoje nas salas de cinema de Sorocaba, que recebem também o drama “A tabacaria”, a comédia dramática “Cadê você, Bernadette?” e, para as crianças, a aventura “Dora e a cidade perdida” e a animação “Link perdido”.

Leia mais  Cine Vagão estreia em Sorocaba com exibição do filme "O Iluminado"

 

“Doutor sono”, assim como o título de origem, é inspirado no romance do escritor norte-americano Stephen King e conta a história de Danny Torrance, o garotinho de “O iluminado”, 40 anos após sua estadia no Hotel Overlook. A direção é de Mike Flanagan, que escreveu o roteiro com base no romance de King.

Ainda marcado pelo trauma que viveu no passado, Danny (Ewan McGregor) tem sua paz interrompida ao conhecer Abra (Kyliegh Curran), uma adolescente com um dom extrassensorial, conhecido como “brilho”, também compartilhado por ele.

Juntos, eles vão lutar contra Rose Cartola (Rebecca Ferguson) e seus seguidores do grupo Verdadeiro Nó, que se alimentam do “brilho” de inocentes para atingir a imortalidade. O elenco conta, ainda, com Carl Lumbly, Zahn McClarnon, Emily Alyn Lind, Bruce Greenwood, Jocelin Donahue, Alex Essoe e Cliff Curtis.

‘Doutor sono’ é o destaque entre estreias da semana
“A tabacaria” traz, no enredo, a amizade entre o psicanalista Sigmund Freud e um jovem apaixonado. Crédito da foto: Divulgação

A tabacaria

Outra opção que chega hoje às telonas é o drama austríaco “A tabacaria”. Dirigido por Nikolaus Leytner, a história acompanha um jovem de 17 anos chamado Franz (Simon Morzé) que começa a trabalhar como aprendiz em uma tabacaria onde Sigmund Freud (Bruno Ganz) é um cliente frequente.

Após um tempo, os dois estabelecem uma forte relação de amizade. Certa vez, o jovem se apaixona por uma moça, Anezka (Emma Drogunova), e começa a pedir conselhos amorosos para Freud que, embora seja um renomado psicanalista, confirma que, até mesmo para ele, os mistérios femininos têm uma grande potência.

Em meio a uma grave tensão política na Áustria e a ascensão do nazismo, os três personagens se vêem no dilema entre sair do país ou permanecer nele. “A tabacaria” foi o último trabalho do ator suíço Bruno Ganz, que faleceu em fevereiro, aos 77 anos.

“O filme capta habilmente as tensões na capital austríaca na véspera da aquisição de Hitler, e também consegue ser uma história vibrante de amadurecimento e um retrato intrigante de Sigmund Freud, interpretado por Bruno Ganz”, escreveu Stephen Farber, do The Hollywood Reporter.

Cadê você, Bernadette?

Para quem curte comédia dramática, a novidade é o longa “Cadê você, Bernadette?”, baseado no best-seller homônimo de Maria Semple. Estrelado pela vencedora do Oscar, Cate Blanchett (“Blue Jasmine”) e dirigido por Richard Linklater (“Boyhood: da infância à juventude”), o longa acompanha Bernadette, uma mulher notável e uma mãe excepcional, que deixou de lado seu trabalho como arquiteta para se dedicar à vida em família.

Com o passar do tempo, ela se reconhece cada vez menos como a profissional revolucionária que um dia já foi e mais como uma dona de casa comum que acaba “desaparecendo”, de uma hora para outra. Determinada a se reencontrar, ela decide que é hora de sair de sua zona de conforto e partir em busca de desafios.

Agora Bee, sua filha, precisará juntar todas as pistas para descobrir onde foi parar essa mulher que imaginava conhecer tão bem, mas que se transformou em um verdadeiro ponto de interrogação.

Em entrevista ao Entertainment Weekly, Cate Blanchett explica que o filme “não é apenas sobre quão complexa e absurda a vida de Bernadette é, mas sobre a maneira frágil como ela se opõe ao mundo”. O elenco conta, ainda com Billy Crudup, Kristen Wiig e Judy Greer.

Dora e a cidade perdida

‘Doutor sono’ é o destaque entre estreias da semana
Sucesso entre as crianças como desenho animado, “Dora aventureira” ganha sua versão live-action. Crédito da foto: Divulgação

Desenho animado de bastante sucesso entre as crianças nos anos 2000, “Dora aventureira” ganha versão live-action no longa “Dora e a cidade perdida”, que estreia no final de semana. A direção é de James Bobin.

Isabela Monere, atriz norte-americana com ascendência peruana, interpreta Dora, a exploradora, agora adolescente, que ao lado dos amigos, o macaco Botas e seu primo Diego, percorrem uma aventura pelas selvas do Peru.

Vale destacar que a identidade bilíngue pan-latina de Dora foi criada originalmente como desenho animado no fim dos anos 1990, pela Nickelodeon, como forma de oferecer representatividade às crianças de ascendência latina.

Durante a aventura, Dora e os colegas interagem com tecnologias andinas reais. Em uma cena, a jovem interpreta um conjunto de constelações incas, usadas pelos indígenas para propósitos agrícolas. Durante uma sequência de ação, os roteiristas incorporaram informações a respeito de antigos aquedutos subterrâneos.

Link perdido

Outra animação que chega hoje às salas de cinema é “Link perdido”, produção do estúdio canadense Laika, com distribuição da Disney. Cansado de viver solitário no noroeste do Pacífico, o Sr. Link recruta o destemido explorador Sir Lionel Frost para guiá-lo em uma jornada para encontrar seus parentes perdidos há muito tempo no lendário vale de Shangri-La.

Junto com a aventureira Adelina Fortnight, o trio se depara com diversos perigos enquanto viajam para os confins do mundo e descobrem um ancestral primitivo do homem, conhecido como o link perdido. (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

Comentários

CLASSICRUZEIRO