fbpx
Cultura

Cinemas de Sorocaba recebem dois filmes indicados ao Oscar

"A favorita" e "Vice" somam 18 indicações ao prêmio. Sorocaba ainda conta com mais duas estreias
Cinemas recebem dois indicados ao Oscar
Christian Bale, que interpreta Dick Cheney em “Vice”, concorre ao Oscar de melhor ator – Foto: Divulgação

Dois filmes bem recebidos pela crítica e concorrentes ao Oscar chegam nesta quinta-feira (7) às salas dos cinemas de Sorocaba: o drama “A favorita”, que recebeu indicações em dez categorias, e a biografia “Vice”, indicado em oito. A cerimônia acontecerá no dia 24 de fevereiro, em Hollywood. Sorocaba ainda conta com mais duas estreias, “Uma aventura Lego 2”, voltada ao público infantil, e o suspense “Escape room”, o único que não foi muito bem avaliado pelos cinéfilos.

Leia mais  Divulgados os indicados ao Oscar 2019; confira a lista completa

 

Com direção de Yórgos Lánthimos, “A favorita” é um filme baseado em história real. Na Inglaterra do século 18, Sarah Churchill, a duquesa de Marlborough, exerce sua influência na corte como confidente, conselheira e amante secreta da rainha Ana. Seu posto privilegiado é ameaçado pela chegada de Abigail, nova criada. Conforme Bruno Carmelo escreveu para o site Adoro Cinema, o filme “traz todo o esplendor visual esperado de uma produção do gênero: os figurinos e acessórios são deslumbrantes, as locações transmitem a opulência da corte inglesa do século 18, a iluminação trata de acentuar os contrastes da luz do dia, entrando pelas janelas sem clarear por completo os imensos cômodos ornados em madeira. Para quem estiver buscando o retrato do luxo e a fidelidade aos modos, nomes e dados, o projeto dirigido por Yorgos Lanthimos terá cumprido o seu papel. Este é um de seus principais valores: honrar o período histórico a que se refere.” Por falar no visual, vale mencionar que uma das categorias a que o filme foi indicado é a de Melhor Figurino. E deve estar lindo mesmo porque a Fotografia também concorre ao prêmio, que ainda tem indicações para o diretor e roteiro, entre outras.

Cinemas recebem dois indicados ao Oscar
“A favorita” retrata parte da história da monarquia da Inglaterra no século 18 – Foto: Divulgação

Segundo filme mais indicado ao Oscar que chega em Sorocaba, “Vice”, dirigido por Adam McKay, é sobre o universo da política estadunidense. Na juventude, Dick Cheney — muito bem interpretado por Christian Bale, que tem chances de ganhar como Melhor Ator –, se aproximou do Partido Republicano ao ver na política uma grande oportunidade de ascender de vida. Para tanto, se torna assessor de Donald Rumsfeld. Com a renúncia do ex-presidente Richard Nixon, os poucos republicanos que não estavam associados ao governo ganham imediata importância e, com isso, tanto Cheney quanto Rumsfeld retornam à esfera de poder do partido. Décadas depois, com a decisão de George W. Bush em se lançar candidato à presidência, Cheney é cortejado para assumir o posto de vice-presidente. Ele aceita, mas com uma condição: que tenha amplos poderes dentro do governo, caso a chapa formada seja eleita. Uma curiosidades sobre o filme é que para fazer o papel de Cheney, Bale teve de engordar quase 20 quilos e o fez comendo tortas. Para se ter uma referência da produção, para Pablo Bazarello, que publicou no CinePop, “Vice” foi feito nos mesmos moldes de “A grande aposta”, no que se refere à sua estrutura e narrativa.

Suspense e infantil

O suspense “Escape room” é sobre seis estranhos que acabam sendo misteriosamente convidados para um experimento inusitado: serem trancados em uma sala cheia de armadilhas. Caso consigam sair, ganharão um milhão de dólares. Quando percebem que os perigos são mais letais do que imaginavam, precisam agir rápido para desvendar as pistas que lhes são dadas. O filme, com direção de Adam Robitel, tem no elenco Taylor Russell McKenzie, Logan Miller e Deborah Ann Woll. Apesar de não ter sido muito bem avaliado pela crítica, não é o caso de desistir dele, afinal quantos filmes gostamos que a crítica desaprovou, não é mesmo? Mas para você ter uma ideia do que te aguarda, Peter Bradshaw escreveu da seguinte maneira para o “The guardian”: “Um terror de alto conceito desagradável, com pinceladas de ‘Jogos mortais’ e ‘Premonição’. […] Robitel permite que o público reflita sobre como exatamente esses quartos devem se encaixar.” A ressalva que ele faz é que o filme tem algumas cenas de humor negro descartáveis.

Por fim, as salas de cinema também recebem “Uma aventura Lego 2”, voltado às crianças a partir de 9 anos. Na história, cinco anos após os eventos do primeiro filme, a batalha contra inimigos alienígenas faz com que a cidade Lego torne-se Apocalipsópolis, em um futuro distópico onde nada mais é incrível. Neste contexto, Emmet constrói uma casa para que possa viver ao lado de Lucy, mas ela ainda o considera ingênuo demais. Quando um novo ataque captura não apenas Lucy, mas também Batman, Astronauta, UniKitty e o pirata, levando-os ao sistema planetário de Manar, cabe a Emmet construir uma espaçonave e partir em seu encalço. No caminho ele encontra Rex Perigoso, um navegante solitário que decide ajudá-lo em sua jornada.

A direção é de Mike Mitchell. O filme foi bem avaliado, mas para Matt Singer (“ScreenCrush”), “de modo geral, ‘Uma aventura lego 2’ é um retorno bastante satisfatório ao universo engraçado e cheio de energia dos bonecos, mesmo que a sequência nunca atinja o mesmo nível de magia ou o teor satírico do original.”

Comentários