fbpx
Cultura Mais Cruzeiro

CineFest Votorantim volta em novembro para sua 11ª edição

Após pausa de dois anos, por falta de recursos, festival já inscreve curtas até dia 15 de setembro
CineFest Votorantim volta em novembro para sua 11ª edição
Além das exibições, a programação do Cinefest prevê oficinas, workshops e debates com entrada gratuita. Crédito da foto: Reprodução Facebook / CineFest Votorantim

Após hiato de dois anos, o CineFest — Festival de Cinema de Votorantim está de volta e ocorrerá entre os dias 18 a 30 de novembro. Considerada uma das mais importantes ações de fruição e valorização da produção audiovisual na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), o festival de cinema chega à 11ª edição e está com inscrições abertas para curtas-metragens nas categorias competitivas Pindorama (nacional), Cachoeira (regional), Raízes (ambiental) e Musical (videoclipe).

Leia mais  “Era uma vez em... Hollywood” e "Simonal" estreiam nos cinemas

 

O festival também abrirá espaço para exibições não competitivas nas mostras Paralela (curtas-metragens nos bairros), Inclusiva (exibição audiovisual com áudio e vídeo descrição direcionada ao público com deficiência auditiva e visual) e Um Minuto (exibição de vinhetas criadas por alunos da rede pública de ensino). As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de setembro no site www.cinefest.com.br.

O melhor curta em cada uma das quatro categorias competitivas será premiado com troféu e R$ 3 mil. Também serão conferidos troféus para categorias diversas, como diretor, ator, atriz, roteiro original, fotografia, montagem e trilha sonora. De acordo com o regulamento, serão aceitos curtas-metragens com duração máxima de até 20 minutos, que tenham sido produzidos a partir de 2017 e que não tenham participado de nenhuma edição anterior do festival.

Debate

Segundo Douglas Garcia, coordenador geral do evento, o diferencial deste festival é a possibilidade de reunir pessoas das mais variadas regiões do País para discutir cinema no interior paulista. “Poder contar com pessoas de todos os lugares do Brasil discutindo cinema na nossa região e trocando experiências é sensacional. Novamente esperamos inscrições de toda região e do Brasil todo”, afirma.

Para o cineasta Marcelo Domingues, que é fundador do festival e assina a curadoria desta 11ª edição, além de pioneiro na RMS, o CineFest se destaca como um dos maiores eventos de cinema do interior paulista. “É um festival que proporciona um grande encontro de pensamentos e reflexões sobre o nosso País, através dos filmes que nos chegam e que foram produzidos por todo o território nacional”, complementa.

Vasta programação

CineFest Votorantim volta em novembro para sua 11ª edição
Na última edição do festival, em 2016, o CineFest atingiu um público de sete mil pessoas. Crédito da foto: Reprodução Facebook / CineFest Votorantim

Além das exibições dos filmes, com direito à cerimônia de premiação no encerramento, a programação do Cinefest prevê oficinas e workshops gratuitos, em diferentes áreas técnicas do audiovisual, palestras com profissionais convidados e debates e rodas de conversa com realizadores de curtas e o público em geral.

O festival teve sua primeira edição em 2004, como “Curta Vídeo Votorantim”. Devido ao seu grande sucesso ao longo dos anos, transformou-se em festival de abrangência nacional em 2009, passando assim a chamar-se “CineFest Votorantim”. Em sua última edição, em 2016, o CineFest Votorantim foi realizado ao longo de 13 dias e, segundo os organizadores, atingiu sete mil pessoas, recebeu 660 inscrições, selecionou e exibiu 95 curtas.

O festival, segundo Garcia, tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e difusão de obras audiovisuais produzidas na região e no Brasil, incentivar a formação de profissionais por meio de debates, oficinas, workshops e discussões sobre novas tendências e linguagens. Além disso, o evento tem intuito de fomentar a formação de público na área do audiovisual por meio da realização gratuita de um festival de cinema e promover a cultura criando maior acessibilidade ao cinema no interior paulista.

O CineFest deixou de ser realizado em 2017 e 2018 com recursos da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), de Votorantim. Nas duas ocasiões, o titular da pasta, Edson Cortez, alegou “necessidades de ajuste orçamentário”. O festival já havia sido cancelado em 2015, na gestão do prefeito Erinaldo Alves da Silva (PSDB), também por alegada falta de verba. O festival competitivo foi adiado para fevereiro do ano seguinte e sua realização só foi possível porque o evento foi premiado em um edital do governo estadual.

A 11ª edição será realizada pela produtora Totem Cultural, por meio do Programa de Ação Cultural- ICMS (ProAC-ICMS), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do governo estadual, com patrocínio do Instituto Votorantim e Votorantim Cimentos, e apoio do Sesc Sorocaba, da Prefeitura de Votorantim e Bamberg. (Felipe Shikama)

Comentários