fbpx
Cultura

Cine Café do mês de setembro tem como foco a reflexão política

Durante este mês de setembro, Sesc exibe filmes que abordam a polaridade e os discursos de ódio
Cine Café tem como foco a reflexão política
O libanês “O insulto”, que será exibido hoje, foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro – Foto: Divulgação

Neste mês de setembro, que antecede as eleições, o projeto Cine Café, do Sesc, exibe um especial de filmes que têm como pauta a política, a polaridade e discursos de ódio, para reflexão sobre a realidade atual e o cenário político. Após cada sessão, o crítico de arte Donny Correia ministra um encontro para discutir os aspectos técnicos e teóricos dos filmes apresentados. O especial será aberto nesta terça-feira (4) com o longa libanês “O insulto”, de Ziad Doueiri, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro 2018 e vencedor do prêmio de Melhor Ator (Kamel El Basha) no Festival de Veneza 2017.

Leia mais  Beatles é atração nos 93 anos do Sorocaba Clube

A história de “O insulto” tem inicio em Beirute, capital do Líbano, quando uma discussão de rua entre Toni, um cristão libanês e Yasser, um refugiado palestino, vira um conflito que chega a Suprema Corte. De feridas secretas a revelações traumáticas, o circo midiático que envolve o caso divide o país em uma crise social, forçando Toni e Yasser a reconsiderarem suas vidas e preconceitos.

Co-produção entre Brasil, Portugal e Argentina, “Praça Paris”, de Lucia Murat, será exibido no dia 11. O longa conta a história de Glória, carioca que tenta levar a vida, apesar dos traumas com um pai abusivo e do irmão traficante. Já Camila é uma psicanalista portuguesa que chega ao Brasil para pesquisar a violência em um centro terapêutico de uma comunidade carente. Medos, traumas e obsessão se mesclam em um jogo de prazer e culpa, loucura e sanidade.

Cine Café tem como foco a reflexão política
“Armas na mesa” aborda as estratégias daqueles que são favoráveis e contrários às armas – Foto: Divulgação

Já no dia 18 será exibido “Armas na mesa”, de John Madden. Jessica Chastain, indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz (2017), interpreta Elisabeth Sloane,uma das lobistas mais poderosas dos Estados Unidos, conhecida por sempre usar de estratégias ilegais. Um dia, é convidada para apoiar a bancada mais poderosa do senado americano: os pró-armas. Contraria à ideia, ela se demite e vai trabalhar para conseguir leis mais rígidas contra armas. Sloane, então, começa a sofrer ameaças e a questionar os seus limites dentro da profissão.

Leia mais  Grupo de teatro do Senac se apresenta na praça central

No dia 25, fechando a programação, será exibido o documentário brasileiro “O Processo”, de Maria Augusta Ramos. O documentário oferece um olhar aos bastidores do julgamento que culminou no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 31 de agosto de 2016. Ele testemunha a profunda crise política e o colapso das instituições democráticas no país. O filme foi vencedor do Prêmio do público para melhor filme documentário no Festival de Berlim (2018) e Grand Prix no Festival Internacional de Documentários da Suíça (2018).

Serviço

Cine Café
Terças-feiras, às 19h
Sesc (rua Barão de Piratininga, 555, Jardim Faculdade)
Entrada gratuita (os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência na Central de Atendimento)
Classificação indicativa para as exibições deste mês – 14 anos.

Comentários

CLASSICRUZEIRO