Vacinação

Piedade registra o primeiro caso de sarampo

Trata-se de uma criança de 11 anos de idade, moradora do bairro Campininha
Piedade registra o primeiro caso de sarampo
Casos de sarampo têm sido registrados no estado de São Paulo. Crédito da foto: Erasmo Salomão (8/11/2014)

Piedade confirmou o primeiro caso de sarampo em 2019. Trata-se de uma criança de 11 anos de idade, moradora do bairro Campininha.

A criança já se recuperou e passa bem, informou a Secretaria de Saúde de Piedade. Bloqueios com vacinação entre os familiares da paciente também já foram feitos.

A confirmação da criança ter contraído o sarampo ocorreu quinta-feira (5) em Piedade. Outro caso era investigado, mas o resultado foi negativo.

A vacinação contra o sarampo em Piedade é realizada de segunda a quinta-feira, das 7h30 às 14h. Ela tem sido aplicada no Ambulatório Médico e Odontológico Municipal de Piedade. O serviço também é realizado nos postos de saúde dos bairros Leites, Miguel Russo, Corrêas, Vila Moraes, Godinhos e Bateia.

Em Sorocaba

Sorocaba já registrou 24 casos de sarampo. A informação foi divulgada segunda-feira (2) através do Boletim Epidemiológico emitido pela Vigilância em Saúde.

Desde o dia 12 de agosto, Sorocaba realiza a vacinação de sarampo em crianças entre seis e 11 meses de idade nas 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A nova medida acontece em decorrência da orientação determinada pelo Governo do Estado de São Paulo.

Leia mais  Casos de sarampo têm aumento de 300% no mundo, diz OMS

 

De acordo com a SES, as crianças vacinadas entre seis e 11 meses de idade deverão se imunizar novamente com a vacina SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola) quando completarem um ano. E aos 15 meses, deverá ser feita a vacinação da Tetraviral (SCR-Varicela). O intervalo mínimo entre a vacina SCR aplicada nos menores de um ano de idade e a dose da vacina SCR aplicada a partir de 12 meses, deverá ser de 30 dias.

Além desse novo público, o esquema vacinal contempla pessoas entre 1 e 29 anos de idade (duas doses com intervalo mínimo de 30 dias) e pessoas entre 30 e 59 anos de idade (uma dose). Cidadãos com 60 anos ou mais não precisam ser vacinados, pois essas pessoas já podem ter entrado em contato com o vírus e, por isso, estarem imunes ao sarampo. Os indivíduos que não tiverem como comprovar que receberam vacinas recomendas conforme calendário de vacinação, deverão comparecer nas UBSs para atualização de todas as vacinas, inclusive a de sarampo.

Sintomas

Os sintomas são febre, conjuntivite, tosse, dor de cabeça, machas brancas que aparecem na mucosa bucal. Se assemelha a outras doenças, como a gripe.

A diferença está nas manchas avermelhadas que se iniciam na cabeça e descem ao resto do corpo. Atenção redobrada às crianças, pois a enfermidade pode levar ao óbito e a única prevenção é a vacina. (Da Redação, com informações das prefeituras de Piedade e Sorocaba)

Comentários