Guia Saúde

Fiocruz testa remédio contra o coronavírus

Fiocruz testa remédio contra o coronavírus
Conforme pesquisadores, antirretroviral atazanavir pode inibir a replicação da Covid-19 em células infectadas. Crédito da foto: Divulgação / Fiocruz

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) identificaram, em laboratório, que o antirretroviral atazanavir pode inibir a replicação do novo coronavírus em células infectadas. Os resultados obtidos ainda precisam ser confirmados através de testes clínicos com pacientes para que o medicamento se torne uma possibilidade no combate à doença.

A pesquisadora Milene Miranda, do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), avaliou que os resultados foram muito promissores, já que o antirretroviral, usado no combate ao HIV, não só inibiu a replicação viral como reduziu o quadro inflamatório das células infectadas.

“Se a pessoa tem um processo inflamatório menor, ela tem um melhor prognóstico”, resumiu a bióloga.

Milene Miranda explica que uma das vantagens da pesquisa com medicamentos já utilizados para outras doenças é a possibilidade de superar mais rapidamente às exigências regulatórias.
A pesquisa também mostrou que o atazanavir apresentou um funcionamento diferente do que a cloroquina poderia ter no combate ao vírus. “São mecanismos diferentes de ação que poderiam ser combinados”, disse Milene.

A bióloga adverte que os resultados dos testes não são suficientes para a administração do remédio em pacientes com coronavírus, muito menos devem motivar automedicação. (Vinícius Lisboa – Agência Brasil)

Comentários
Leia mais  Você já se vacinou contra a gripe este ano?