Odontologia

Clareamento dental a laser: quantas sessões são necessárias?

Há dois tipos principais de clareamento dental: a laser e o com a moldeira
Clareamento dental a laser: quantas sessões são necessárias?
O clareamento dental a laser costuma ter uma maior eficiência. Crédito da foto: Pxhere (30/1/2017)

Um dos maiores objetivos das pessoas atualmente é ter um sorriso harmônico. Isso significa ter os dentes alinhados e branquinhos.

Por esse motivo, cada vez mais a procura por tratamentos odontológicos, assim como pelos especialistas que os realizam têm crescido. Inclusive, o Brasil, junto com os Estados Unidos, são os países em que a população mais realiza tratamentos estéticos.

Isso não é o contrário quando se trata da boca das pessoas. Cada vez mais, os profissionais entendem a necessidade de ter um sorriso bonito, tanto por questões estéticas, mas principalmente pelo aumento da autoestima e do bem-estar.

Sendo assim, um dos procedimentos mais buscados atualmente é o clareamento dental.

O que é o clareamento dental?

Há dois tipos principais de clareamento dental: a laser e o com a moldeira. O primeiro, é necessariamente realizado no consultório odontológico, enquanto o segundo é necessário passar no dentista uma primeira vez, para que seja feito o molde da arcada dentária e então o restante do procedimento é em casa.

É possível encontrar um profissional para realizar o tratamento através das estratégias que os consultórios utilizam de marketing na odontologia, dando uma maior segurança para a realização do procedimento.

O clareamento dental a laser costuma ter uma maior eficiência, uma vez que o gel clareador utilizado no consultório odontológico tem uma porcentagem mais forte do que aquele realizado em casa. Além disso, os efeitos são quase imediatos e podem ser percebidos logo após a primeira sessão.

O método utiliza agentes clareadores para recuperar a cor original dos dentes. Esse gel clareador tem uma composição de peróxido de hidrogênio, que ao ser ativado por um processo químico, libera oxigênio.

Com a pulsação da luz do laser, o oxigênio quebram as partículas de pigmento que deixam os dentes amarelados.

Vantagens do clareamento a laser

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual tratamento realizar, assim como sobre a sua eficiência e segurança. Descubra quais são as maiores vantagens desse procedimento:

menos arriscado: como esse procedimento é feito com o dentista, há também uma maior segurança, além de um atendimento personalizado para você;

sensibilidade: todo procedimento de clareamento pode causar sensibilidade aos alimentos e ao clima. Entretanto, o tratamento a laser acaba sendo melhor nesse sentido do que o da moldeira, uma vez que o contato direto do produto com os dentes acabam sendo menor, pois o efeito é obtido através das luzes pulsantes;

maior rapidez: em comparação com o outro método, o procedimento a laser é muito mais rápido. Em cerca de uma hora, o profissional já realizou o clareamento, que pode prolongar por três sessões. Enquanto isso, o caseiro leva cerca de duas a três semanas, sendo ainda necessário utilizar a moldeira por várias horas diariamente.

Ainda assim, é importante lembrar que cada pessoa atingirá um nível de clareamento, nunca podendo ser igualado ao de outra. Além disso, não são todas as pessoas que podem realizar esse procedimento, por conta de suas contraindicações.

É essencial conferir com o seu dentista de confiança antes de realizar qualquer procedimento, principalmente aqueles caseiros que prometem fórmulas mágicas para clarear os dentes em poucos dias.

Quantas sessões são necessárias?

Normalmente, a partir da primeira sessão do clareamento já é possível ver o efeito do clareamento. Todo procedimento varia de pessoa e organismo, não obtendo o mesmo resultado todas às vezes.

Por esse motivo, enquanto em uma sessão do clareamento uma pessoa já tem o seu objetivo atingido, outra pode precisar de duas ou até três sessões. Isso pode variar por conta da saúde bucal dos pacientes, assim como os hábitos que possuem.

Da mesma forma, para aqueles pacientes que costumam visitar os dentistas do convênio odontológico com frequência, o resultado pode ser mais rápido, pois a pessoa já possui o costume de realizar a higienização bucal, assim como a receber todos os tratamentos necessários para a prevenção.

Cada caso

Ainda assim, o limite de sessões acaba dependendo de cada caso. A partir do momento que o dente não está mais ficando branco, é necessário suspender o processo. Isso porque a reação de oxidação só pode ser feita quando há corantes para serem liberados.

Além disso, é essencial que o procedimento de clareamento seja realizado por profissionais especializados no assunto e que sejam capacitados para isso, uma vez que quando feito incorretamente, pode danificar a estrutura dentária de uma maneira irreversível.

Em alguns casos, entretanto, o seu resultado pode não ser conforme se esperava, principalmente para aquelas pessoas que possuem hábitos não saudáveis, como o tabagismo e o alto consumo de café. Da mesma forma, não é possível realizar o clareamento no implante dentário, por conta do seu material.

Leia mais  Presidente da APCD defende a ampliação do serviço odontológico
Comentários