fbpx
Cuide-se

Secretaria da Saúde dá orientações sobre cuidado pessoal durante o inverno

Queda de temperatura e baixa umidade são os principais fatores do aumento de pessoas com doenças respiratórias
Quatro Estados registram casos de sarampo
O momento é de alerta para as doenças de transmissão rápida pelo ar, como resfriado, gripe e sarampo. Crédito da foto: Arquivo JCS

Durante o inverno, a queda de temperatura e a baixa umidade relativa são os principais fatores do aumento do número de pessoas com doenças respiratórias. Pensando nisso, a Secretaria da Saúde (SES) preparou algumas orientações importantes para o período do ano.

Leia mais  Pacientes com transtorno mental têm direito a tratamento humanizado

 

Com a baixa umidade do ar, as vias respiratórias acabam sendo prejudicadas, o que pode desencadear doenças como sinusite, asma e bronquite. Para evitar, é recomendável usar soro fisiológico para lavar as narinas e beber bastante água, além de tentar manter o ambiente umidificado. “São elementos simples, mas que acabam tendo um efeito prático muito importante”, explica o médico e coordenador técnico da SES, Lúcio Neves.

O momento é de alerta também para as doenças de transmissão rápida pelo ar, como resfriado, gripe e sarampo. Sobre isso, é aconselhável evitar aglomerações e lavar sempre as mãos. A queda da temperatura é marcada como o período em que aumenta a probabilidade de doenças circulatórias, o que torna necessário estar sempre agasalhado de forma adequada.

Já em relação à alimentação, devem ser evitados alimentos muito gordurosos, em que a digestão é realizada de forma mais lenta. “É bom lembrar que as frutas têm uma boa quantidade de água, então de certa forma hidrata também”, ressalta o médico.

Defesa Civil alerta sobre riscos de acidentes florestais

Além dos cuidados com a saúde individual, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Sorocaba alerta sobre os riscos de acidentes florestais. Também conhecidos como queimadas, ocorrem quando a população ateia fogo ao lixo doméstico ou à vegetação de um lote.

De acordo com a Defesa Civil, é importante não jogar pontas de cigarros pela janela do veículo e não fumar em locais com vegetação densa. Em acampamentos, é importante evitar fogueiras ou apagar totalmente antes de se afastar do local. Já em relação às crianças, é necessário orientar e monitorar para que não brinquem com isqueiros e fósforos, principalmente próximo à vegetação.

A prática é criminosa e a multa pode chegar em até R$ 3.030,00, conforme a lei municipal nº 10.151, de 27 de junho de 2012. Ao presenciar uma queimada, o cidadão deve ligar para o telefone 193 (Corpo de Bombeiros). Já denúncias devem ser feitas pelo telefone 156 (Prefeitura de Sorocaba). (Da Redação)

Comentários